Revista

Adaptados à quarentena

Programas de televisão ganham novos formatos por conta da pandemia

postado em 24/05/2020 04:18
Anitta:





Com gravações dentro de casa, com auxílio de pessoas não profissionais e com a utilização de recursos tecnológicos. Esse foi o modo que os produtores de conteúdo da televisão brasileira encontraram para gravar novas temporadas de programas em meio à pandemia do novo coronavírus e manter na programação dos canais produções inéditas.

Desde 2014, a atriz Ingrid Guimarães está à frente do programa Além da conta. Ao longo das temporadas, a atração passou por mudanças se adaptando à atualidade. ;Sou curiosa, observo os movimentos. Tanto que, no ano passado, não queria falar sobre consumo. Não cabia mais na realidade do país. Mas aí percebi o outro significado de consumo, que é o que fazemos com a internet, redes sociais, tecnologia... E aí criamos o Além da conta ; Tem wi-fi?. Saber como as pessoas estão vivendo no vício, como é esse novo ;normal; de vida que estamos lidando...;, lembra Ingrid Guimarães em entrevista ao Correio.

Neste ano, a ideia era levar o programa para China e Coreia, onde estão as maiores tendências mundias de tecnologia. Planejamento impedido por conta da covid-19. ;Com a pandemia, o mundo parou. A tecnologia tornou-se nossa aliada nestes dias. Achamos pertinente falar sobre o assunto numa edição especial. Além da conta, agora, ganha ao título o complemento #confinados;, explica.

A temporada estreou no último dia 12 no GNT. A cada nova terça-feira, às 23h30, Ingrid Guimarães traz um tema para ser debatido com os convidados (que aparecem de forma remota), sempre com o objetivo de investigar o comportamento em tempos de isolamento social. Na estreia, Claudia Raia e Padre Fábio de Melo participaram. A temporada terá, ainda, nomes como Antônio Fagundes e Anitta. ;É uma temporada atípica, como tudo o que estamos vivendo neste momento. No fim, achei muito interessante, porque ela mostra como nossas vidas já foram transformadas. É uma outra vida. Uma vida através da tela. É nela que está o trabalho, a escola, a reunião, o bate-papo com os amigos... O vício nas redes ganhou o ;aval; para existir;, completa.

Sem estúdio, locações, cenários e uma equipe para acompanhar, a apresentadora se virou em casa para gravar com apoio da família: ;Não é uma temporada normal, que a gente desenvolve a ideia e depois vai gravar. Foi uma equipe extremamente reduzida. Quando eu falo isso, é assim: minha irmã produziu, minha filha Clara ajudou, meu marido, Renê, também (risos). A direção foi feita remotamente. Todas as entrevistas também. Nada presencial. Dependíamos 100% do wi-fi para realizar o programa;.

Produto do isolamento
A cantora e apresentadora Anitta resolveu criar um programa apenas para a quarentena. Foi assim que nasceu Anitta dentro da casinha que estreou no último dia 14 no Multishow, com exibição sempre às quintas na faixa das 23h. ;Como a tevê está carente de coisas para espairecer a cabeça, por conta dessa preocupação com o corona e com a política, se não tiver alguma coisa para te desligar, fica todo mundo neurótico. Acho que tem que ter um momento de relaxar. Foi pensando nisso que resolvi fazer o programa. É um projeto mais em prol de movimentar as pessoas, distrair e entreter mesmo, que é o que o povo está precisando no momento;, adianta.

Para gravar a atração, Anitta preparou o terceiro andar da casa dela no Rio de Janeiro. O espaço, que antes dava lugar aos ensaios para show, virou o grande cenário do programa. É de lá que a cantora grava quadros, faz entrevistas virtuais e até comanda parte de Anitta dentro da casinha ao vivo. Produção, filmagem e até questões técnicas estão sendo feitas pela própria cantora com ajuda de outros três amigos que estão em quarentena com ela, entre eles, dois conhecidos do público amante de realities: Gui Araújo e Laryssa Bottino, que participaram do De férias com o ex Brasil, da MTV.

;Tem sido uma doideira, já me arrependi umas 50 vezes. Cada quadro que tenho que gravar tenho que posicionar as câmeras, a luz, conectar os áudios. Todo dia me arrependo um pouquinho;, diz entre risos. Mas, logo, completa: ;Falo isso, mas eu gosto. Está sendo um trabalho babadeiro, porque fazer tudo isso é babado! É uma coisa de louco. Mas o foco é divertir, dar risada e levar música;, completa. Na estreia, Anitta recebeu Katy Perry e ainda contou com a participação do humorista Maurício Meirelles, do time fixo da atração.

Mudança
O programa Conversa com Bial foi uma das primeiras atrações da Globo a ser impactada com a pandemia. O talk-show, que tinha previsão de estreia em abril da nova temporada, logo foi adiado. No entanto, graças à tecnologia, a atração se adaptou, criou um novo formato e está no ar de segunda a sexta desde o último dia 18, na Globo. ;A adaptação a este formato foi inevitável. Voltar a comandar encontros diários, por videoconferência, usando a tecnologia a nosso favor, é uma experiência desafiadora, mas não deixa de ser inspirador. Estamos na posição de explorar e encontrar novas formas de unir a linguagem da internet com a linguagem da televisão;, comenta Bial em material de divulgação.

Logo na estreia, o apresentador fez esse paralelo sobre a maior aproximação entre tevê e tecnologia, no ano em que a televisão completa 70 anos, assunto tema da temporada. A cada episódio, de apenas 30 minutos, o apresentador reproduz um pouco do que já era conhecido do público: conversa de forma profunda com um convidado e ainda tem espaço para música. ;O que espero é que o programa se torne um ponto de encontro para os brasileiros que estão em casa e que essas pessoas se sintam acolhidas e livres para pensar, refletir e até para absorver todas as informações e notícias de uma forma leve;, completa o apresentador.




Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação