Revista

Semana dos namorados: Casal faz doces e sobremesas sob encomenda

Apaixonada por doces desde criança, jovem transforma hobby em profissão e, ao lado do marido, passa a preparar bolos, docinhos e sobremesas sob encomenda

Sibele Negromonte
postado em 08/06/2020 09:00
Cristyane da Silva com o marido Fagner Nogueira: donos da Tutty%u2019s Doces

Na casa de Cristyane da Silva, nunca houve encomendas de docinhos ou bolos para as festinhas de aniversário da família. Ela, a mãe e a irmã sempre arregaçaram as mangas e prepararam tudo, inclusive a decoração. A jovem de 29 anos confessa que os doces são sua tentação, daí o interesse, desde muito cedo, em prepará-los e de fazer novos experimentos.

Maquiadora e designer de sobrancelhas, Cristyane, porém, nunca tinha encarado a gastronomia como uma profissão, mas viu a oportunidade de ganhar um dinheiro extra quando uma vizinha, há pouco mais de um ano, pediu para ela preparar os docinhos do aniversário do filho. Ela não só aceitou a proposta como recebeu muitos elogios pelo trabalho. A partir daí, não faltaram encomendas.

;Logo depois, veio o Dia das Mães (de 2019), fiz umas caixinhas comemorativas para a data e vendi tudo;, relembra. Diante dos pedidos, Cristyane começou a ver o até então hobby com outros olhos. Aos poucos, foi deixando as clientes da maquiagem e se dedicando mais à gastronomia. Passou a estudar sobre confeitaria, fez cursos e devorou tudo o que via na internet sobre o tema.

Para tanto, contou com uma ajuda ; ou melhor, parceria ; fundamental: a do marido, Fagner Nogueira, com quem está casada há 11 anos. Ele, que é barbeiro, também foi trocando a tesoura e a navalha pelas formas e batedeiras. Juntos, decidiram criar o próprio negócio. Assim surgia o Tutty;s Doces. Hoje, até os filhos, Kaike, de 10 anos, e Fernanda, 4, já começam a colocar a mão na massa. ;Aqui, a família toda contribui;, brinca Cristyane.

No início, a doceira não se arriscava a preparar bolos, achava que era responsabilidade demais e não estava pronta para dar esse passo. Até que uma cliente bateu o pé e disse que ela ficaria responsável não só pelos docinhos, mas também pelo bolo do aniversário de 18 anos da filha. ;Combinei, então, que faria um teste antes e, se ela gostasse, assumiria o compromisso.; Deu tão certo que, hoje, os bolos são o carro-chefe da Tutty;s.

Cristyane explica que tanto os doces quanto os bolos são personalizados. Para modelá-los, usa pasta americana, de leite ninho ou de chantili ; a gosto do cliente. ;Praticamente, não uso moldes, faço tudo na mão;, orgulha-se. Já teve festa como o tema safári, da Turma do Chave, de rock e, claro, de muito super-herói. De onde vem o talento? ;Quando eu era criança, adorava brincar de massinha. Hoje, quando as crianças dão bobeira, eu pego as delas;, diverte-se. E Kaike vai no mesmo caminho. ;Quando sobra massa das encomendas, dou para ele, e fico impressionada como ele já sabe moldar. Outro dia, fez um dinossauro muito bonito.;

Adaptando-se na pandemia


A doceira está sempre criando receitas. E o provador oficial, claro, é o marido. ;Ele sempre fala se está muito doce, o que está faltando.; As compras, as entregas e a administração da empresa também ficam por conta de Fagner, que, quando é preciso, põe ainda a mão na massa. ;Ela mexe uma panela e eu, outra;, garante. Toda ajuda é mesmo bem-vinda. ;Já teve encomenda em que preparei 800 doces personalizados;, relembra.

Com o início da quarentena, isso mudou. As festas grandes deram vez aos kits personalizados. ;Com todo mundo celebrando em casa, preparamos o bolo e uns docinhos, ou somente o bolo, com o tema que o cliente quiser. Ele monta a decoração com balões, escolhe alguma imagem na televisão e a coloca como painel de fundo;, detalha.

Outra pedida, neste período de isolamento social, tem sido as sobremesas, como o bombom de morango na travessa, cuja receita Cristyane compartilha com os leitores da coluna. ;Não tenho do que reclamar;, garante a doceira, que, durante a pandemia, tem atendido a pedidos de todo o DF. ;Apesar de morarmos no P Norte, recebemos muita encomenda de Águas Claras, Samambaia, Recanto das Emas e até do Plano Piloto.; As redes sociais são o principal canal de divulgação do trabalho da Tutty;s.

Entre os doces mais vendidos, ela destaca o brigadeiro tradicional (ao leite) e o beijinho de coco. E explica a diferença do preparo de um brigadeiro gourmet. ;Geralmente, usamos leite condensado, manteiga e chocolate. No gourmet acrescentamos creme de leite e glucose de milho. Ele fica menos doce;, ensina. Os planos de Cristyane e Fagner incluem a expansão da Tutty;s. ;Nossa cozinha ficou pequena. Estamos construindo um ateliê anexo só para o preparo dos doces;, explicam. Sempre juntos!

Bombom de morango na travessa

Apaixonada por doces desde criança, jovem transforma hobby em profissão e, ao lado do marido, passa a preparar bolos, docinhos e sobremesas sob encomenda
Ingredientes
  • 2 caixas de leite condensado
  • 2 caixas de creme de leite
  • 2 xícaras de leite em pó
  • 3 a 4 caixas de morangos limpos (reserve alguns para a decoração)

Ganache
  • 200g de chocolate ao leite em barra
  • 1 caixa de creme de leite

Modo de preparar
  • Em uma panela, coloque o creme de leite, o leite condensado e o leite em pó. Mexa até que se misturem. Depois, leve ao fogo baixo, mexendo sempre, até que vire um creme liso e grosso. Ponha em um recipiente e coloque papel filme em contato com o creme e deixe esfriar.
  • Depois de frio, na travessa que você escolher, coloque os morangos limpos e inteiros sem a folha. Em seguida, acrescente o creme branco.
  • Derreta o chocolate, no micro-ondas ou em banho-maria, de 30 em 30 segundos. Quando estiver derretido, acrescente o creme de leite. Misture bem até que fique homogêneo e despeje sobre o creme branco.
  • Finalize com os morangos, fazendo a decoração da forma que preferir. Use a sua imaginação!

Serviço

Tutty;s Doces
Instagram: @tuttysdoces.gourmet
WhatsApp: 9 9417-3445


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação