Publicidade

Correio Braziliense

Maquiagem de drag queen: uma arte que você pode tentar fazer em casa

Cores fortes, brilho e muita força destacam a make da cultura drag. Aprenda o passo a passo para ter um visual de arrasar!


postado em 28/06/2020 08:00 / atualizado em 28/06/2020 14:23

(foto: Arquivo pessoal)
(foto: Arquivo pessoal)
Estamos chegando ao fim de junho, mês que celebra o orgulho LGBTQIA+. Nos anos anteriores, sem o risco do coronavírus, quando milhares de pessoas participavam, nas ruas, das manifestações e paradas em defesa da diversidade, as drags queens, com seus diferentes estilos e origens, ganhavam as atenções principalmente pela alegria, irreverência e a perfeição da maquiagem, que é característica forte da cultura drag em todo o mundo.

Com cores vibrantes, muito brilho, traços ousados, contornos marcantes, o make das artistas é mais que um estilo, é uma expressão de vida e da beleza de estar bem consigo mesma. Convidamos drags de Brasília para ensinar duas makes maravilhosas!

Raykka Rica nasceu há três anos e é criação do designer Gherald George Almeida, 27 anos, que se encantou com o mundo drag assistindo ao famoso reality show RuPaul’s Drag Race e criou coragem para se montar pela primeira vez em um curso ministrado por uma drag da cidade. “Eu e oito meninos nos montamos pela primeira vez e fomos para a boate. Depois disso, eu nunca mais quis parar”, lembra. 

Para Gherald, a make drag é uma expressão de arte que vai além de orientação sexual ou identidade de gênero, sendo, até mesmo, um ato político e uma maneira de se manifestar. “Acredito que não exista uma forma correta de começar. Afinal, arte é subjetiva e existem várias leituras da mesma obra, e para cada pessoa se apresenta de uma forma”. O designer ressalta o fato de existirem diversas vertentes da arte drag e que o importante é estar bem consigo mesmo e se expressar através das cores e contornos. 
 

Tutorial make da Raykka Rica 

  • Comece aplicando um primer para fechar os poros e preparar a pele.
  • O próximo passo é esconder as sobrancelhas, pode ser feito com base de unha ou cola em bastão. É importante pentear os pelos ao contrário e aplicar o produto em todas as direções, para uma boa cobertura. 
  • Penteie os pelos para cima e, quando estiver quase seco, aplique um pó translúcido ou talco por cima. 
  • Aplique um “clown”, maquiagem branca de palhaço, ou corretivo na região dos olhos, cobrindo também as sobrancelhas. O produto ressalta a cor da sombra. 
  • Use uma esponja para espalhar o produto e não deixar marcado.
  • Desenhe as sobrancelhas com sombra ou lápis, como preferir, e use o clown ou corretivo para definir o formato.
  • Hora da sombra! É importante esfumar, começando com um tom mais claro por fora, até chegar em um mais escuro na parte interna e mais próxima dos olhos. 
  • Com o clown, faça um cut crease, técnica que deixa o côncavo do olho bem marcado, desenhando uma linha fina com a sombra mais escura.
  • Para finalizar, passe um delineador.
  • Aplique uma base do seu tom por todo o rosto e espalhe. Com um tom mais claro, aplique nas áreas de realce: abaixo dos olhos, testa, nariz, buço e queixo. 
  • Após espalhar o produto, use um tom mais escuro para fazer os contornos, aplicando na área mais externa da testa, nas bochechas, no maxilar e no contorno do nariz. 
  • Com todos os produtos bem espalhados, é hora de selar as partes claras, com um pó translúcido, e as escuras com um pó de tom mais escuro, esfumando.
  • Para finalizar os olhos, esfume suas laterais sob a pele pronta, faça a parte de baixo dos olhos, aplicando um lápis de olho branco para deixar o olho maior e use a sombra para realçar a região. 
  • Aplique o blush e iluminador. Esse último, nas maçãs do rosto, queixo, buço e linha superior da boca e no nariz. 
  • Outro detalhe que faz a diferença é aplicar o brilho na região abaixo das sobrancelhas, para realçar os olhos e dar um acabamento melhor.
  • Aplique o rímel, escolha um batom e cole os cílios postiços.
  • Depois disso, é só colocar a sua peruca (ou não, se preferir usar seu cabelo natural ou se for uma drag queen careca, sem problemas), um look baladeiro e você está pronta para arrasar
 
Dica da Raykka: tudo que envolve maquiagem exige prática e só com o tempo você conseguirá descobrir qual tipo de contorno combina melhor com o seu rosto, qual altura deve ficar sua sobrancelha, quais cores combinam melhor na sua pele. Mas, lembrando que nada é obrigatório ou tem uma sequência lógica, o que vale é você se jogar e experimentar de tudo um pouco.

Bem basiquinha!

Amenda Nudes é a criação do publicitário Marconi Henrique da Silva César, 26 anos. Há cinco anos, ele começou a se montar e enxerga a sua drag como uma personagem que surgiu da necessidade de se expressar como artista. 

Marconi reconhece em Amenda a inspiração que precisava para salvar sua vida. “Ela me ajudou a sair de uma depressão, me expressando e passando todas aquelas horas me maquiando, foi uma terapia”, recorda. Foi quase um ano de treinamento dentro do quarto, aperfeiçoando a estética que Marconi queria até que Amenda saísse em público. 

O jovem se identifica com uma frase da drag famosa Bianca DellaFancy, que diz que as drags são as bonecas que lhes foram negadas na infância e faz analogias entre a arte drag e a sua vida. Marconi afirma que ser drag mostra tudo que ele é capaz de conquistar.

Marconi ressalta a importância da valorização da estética drag e que jovens gays tenham modelos a seguir e se reconheçam em pessoas como Pabllo Vittar. “O ato de me montar é me armar de tudo que há melhor dentro de mim, botar para fora tudo que a sociedade ensina a gente a guardar dentro de nós”, completa.
 
  

Tutorial make da Amenda Nudes para ir à padaria

  • Lave o rosto com sabonete, hidrate a face e use um primer caso pretenda ficar muitas horas com a maquiagem.
  • Para cobrir as sobrancelhas, existem vários métodos e materiais como base de unha, cola em bastão roxa, cola em bastão comum, cola de lace (usada para colar perucas), massinha de efeitos especiais, entre outros. 
  • Antes de passar a cola (material escolhido por Amenda), passe um lenço de papel seco para tirar a oleosidade dos pelos. 
  • Passe a cola de cima para baixo, de um lado para o outro e finalize essa primeira camada deixando todos os pelos para cima. Após alguns segundos, aplique mais uma camada de cola. 
  • Dica: “Uso em média quatro camadas, passo as três primeiras e seco com o ar frio do secador, adianta o processo.”
  • Com a última camada ainda um pouco “grudenta”, aplique pó translúcido para ajudar a tirar a textura dos pelos. Aplique base em bastão cremosa e espalhe com esponja de beleza úmida. 
  • Use o pó para selar essa base, para que o produto cremoso não faça a cola derreter.
  • Passe a base na metade do rosto, dos olhos para cima, isso faz com que seja mais fácil limpar qualquer sujeira colorida que possa cair dos olhos (aquele farelinho de sombra preta que pode acabar com a make).
  • Com um pincel chanfrado bem fininho, desenhe as linhas de fora da sobrancelha e preencha o meio. 
  • Para definir melhor a parte de baixo da sobrancelha, use o clown, na cor branca.
  • Use o clown como um primer nos olhos, garantindo a pigmentação e fixação da sombra.
  • Crie uma transição usando tons da mesma cor, no tutorial foram tons de azul. Um bem clarinho, em seguida um tom de azul intermediário e, depois, um mais escuro.
  • Deposite a primeira sombra com batidinhas e esfume com movimentos circulares, criando o formato desejado. 
  • Para as iniciantes, Amenda recomenda estudar o formato dos olhos e descobrir com qual se sente mais confortável e mais bela.
  • Crie um cut crease, sombra bem marcada, fazendo linhas guias para ajudar na simetria e acabamento. 
  • Faça as linhas que delimitam a nova pálpebra e preencha com o clown branco. Em seguida, deixe a criatividade fluir e escolha as cores desejadas.
  • Amenda usou o preto no final para deixar bem marcado e no meio um laranja neon para dar uma quebrada nos tons frios. 
  • O esfumado é muito importante, tenha paciência e capriche! 
  • Uma ótima dica é segurar o pincel pela ponta dele, nas pontas dos dedos, e fazendo movimento circulares para esfumar.
  • Limpe os farelos de sombras que caíram durante a execução dos olhos usando um lenço umedecido.
  • Aplique a base no resto do rosto. Faça a iluminação com a base em bastão uns dois tons mais claros do que a normal, concentre a iluminação no meio da testa, ponte do nariz, embaixo dos olhos, queixo e arco do cupido.
  • No nariz, use um corretivo de contorno e crie as linhas do “novo” nariz. Espalhe as linhas  de fora com a esponja, isso faz com que o contorno do nariz se misture com a iluminação.
  • Finalize selando todo o rosto com o pó translúcido, uma dica é não usar o pó branco, invista nos amarelados e rosados, isso garante que seu rosto não vai estourar em fotos com flash.
  • Contorne a testa com tons de pó marrom e, nas bochechas, aplique o blush antes do contorno para deixar mais natural.  
  • Para uniformizar, aplique mais pó translúcido nas áreas de iluminação, deixe por alguns minutos e tire tudo com um pincel bem macio e grande.
  • Para os lábios, Amenda improvisou o batom usando um delineador em gel azul. “A maquiagem é sobre isso também, deixar a criatividade fluir e usar produtos de formas não convencionais”.
  • Use uma bruma fixadora para selar o pó e segurar a make, e passe o iluminador, finalizando com mais algumas borrifadas da bruma.
 
Dica da Amenda: “Para ser drag não existe regra ou manual. Existe o amor por essa arte e toda a liberdade do mundo para você criar e se expressar. Mulheres cis, trans, travestis, homens héteros, todo mundo pode fazer!”

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade