Superesportes

Diego Souza faz coro, mas Marcos rechaça volta à seleção

;

postado em 13/05/2009 19:04
A grande atuação na Ilha do Retiro fez o goleiro Marcos voltar a ser lembrado para a seleção brasileira. No currículo, o camisa 12 do Palmeiras conta com o título mundial de 2002 na Coréia do Sul e no Japão, quando foi um dos destaques do grupo comandado pelo técnico Luiz Felipe Scolari. Companheiro de Marcos no Palestra Itália, o meia Diego Souza tomou a iniciativa de "pressionar" publicamente o técnico Dunga. "O Marcos já mostrou seu valor, não foi campeão do mundo por acaso, defendendo o que defendeu, com a personalidade que tem. O Marcão demonstrou o brilhantismo de sempre. É o goleiro que, se tiver condições, acho que deveria voltar para a seleção", disse o camisa sete nesta quarta-feira. Só que Marcos não demonstra a mesma empolgação no momento em que é questionado sobre o retorno ao time pentacampeão mundial. Depois de muitos problemas físicos, o jogador prioriza apenas o trabalho feito no Palmeiras. "Essa atuação contra o Sport serviu para me colocar entre os melhores do Brasil, junto com o Fábio Costa (Santos), o Felipe (Corinthians), o Bruno (Flamengo). Mas eu não penso em seleção, sem querer, é claro, menosprezar o assunto", confirmou. Marcos contabiliza 27 partidas pela seleção brasileira com um retrospecto favorável: ele sofreu somente 20 gols (média de 0,74). Experiente, Marcos está ciente de que Dunga demonstra confiança total no atual titular da camisa um. Desde que assumiu a posição, Júlio César é uma das peças mais elogiadas da seleção brasileira.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação