Superesportes

Antes de duelo com Powell, Bolt mira novo recorde dos 100m

postado em 15/07/2009 15:29
Antes de duelar com o compatriota Asafa Powell no dia 24 de julho, no Meeting de Londres, o jamaicano Usain Bolt quer bater o próprio recorde mundial dos 100m. Campeão olímpico e dono da melhor marca da história nos 100m, 200m e no revezamento 4x100m, o velocista tentará estabelecer um novo tempo nesta sexta-feira, no Meeting de Paris. "Tudo é possível. Se fizer um clima bom, sempre posso alcançar um bom tempo. Nunca corro por diversão", avisou Bolt em entrevista ao jornal L'Equipe. O jamaicano está sob pressão do norte-americano Tyson Gay, que alcançou os 9s77 nos 100m e os 19s58 nos 200m. Apesar da marca de 19s59 conquistada na Suíça na semana passada com chuva nos 200m, Bolt garante que ainda está longe de sua melhor forma. "Não estarei no meu ápice antes de Berlim. Ainda tenho que trabalhar nos 200m e nos 100m. Realmente, ainda não estou onde deveria estar, especialmente nas saídas", explicou. Questionado justamente sobre as explosivas saídas de Gay, o jamaicano não demonstrou preocupação. "Nunca tive medo. Sei do meu valor e do que sou capaz. Não tenho porque me preocupar. O Tyson Gay não correu mais rápido que eu. Então, por que deveria me submeter?", questiona. No Meeting de Londres, o atleta volta a enfrentar seu compatriota e antecessor, Asafa Powell. Ele ganhou a prova dos 100m nas últimas três edições do evento britânico com marcas inferiores a dez segundos e foi o último a vencer Usain Bolt, em Estocolmo, no ano passado. O norte-americano Tyson Gay, por sua vez, preferiu disputar em Londres os 200m pela última vez antes do Mundial de Berlim, onde defenderá sua hegemonia nos 100m e nos 200m diante de Bolt. Na Inglaterra, o jamaicano também está inscrito na prova de revezamento 4x100m em uma equipe sem Powell.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação