Publicidade

Correio Braziliense

Torcidas unidas pelo Cruzeiro rebaixado

Campanha #EntregaCorinthians é uma das campeãs de acesso e visualização do Twitter. Pedem que o time faça corpo mole, logo mais, e dê vitória ao Ceará para que continue na elite do futebol


postado em 04/12/2019 04:16 / atualizado em 04/12/2019 08:40

Fred (E) foi elogiado por Adilson Batista pelo bom desempenho no jogo contra o Vasco. Atacante pode reaparecer hoje como titular(foto: Bruno Haddad/Cruzeiro )
Fred (E) foi elogiado por Adilson Batista pelo bom desempenho no jogo contra o Vasco. Atacante pode reaparecer hoje como titular (foto: Bruno Haddad/Cruzeiro )

Torcedores e dirigentes do Cruzeiro jamais imaginaram que o clube fosse, um dia, ser alvo de uma campanha pelas redes sociais torcendo pelo seu rebaixamento, a partir de hoje. Começou a circular ontem, no Twitter, a hashtag #EntregaCorinthians, que rapidamente entrou para os tópicos mais acessados e procurados do microblog. Várias manifestações, umas com humor e outras nem tanto, se juntaram para, em coro, pedir ao Corinthians que entregue o jogo para o Ceará, hoje, a partir das 19h30, em Fortaleza.

A #EntregaCorinthians obteve adesão até de supostos torcedores corintianos. Não se viu, porém, manifestação de cruzeirenses revoltados com o time e com a cartolagem, nem tampouco simpatizantes do rival Fortaleza, que em hipótese alguma torcem para o Ceará. Nas mensagens, há quem diga que nem é preciso que o Corinthians faça corpo mole, pois, pelo que vem jogando, tem tudo para ser derrotado. Nos últimos cinco jogos, venceu somente o já há tempo rebaixado Avaí (3 x 0); perdeu para Atlético Mineiro (2 x 1), Botafogo (1 x 0) e empatou com Internacional e Flamengo (ambos 0 x 0).

Já o Ceará tem um retrospecto recente igualmente irregular: 1 x 1 com o Athético Paranaense, 4 x 1 para o Flamengo, 1 x 1 com o São Paulo e 1 x 0 para a Chapecoense. O time ocupa a 16ª colocação, com 38 pontos e dez vitórias, enquanto o Cruzeiro abre a zona de rebaixamento, no 17º lugar, com 36 e sete resultados positivos. Se o Ceará vencer ou empatar com o Corinthians, e o Cruzeiro tropeçar no Grêmio, amanhã, em Porto Alegre, os mineiros caem para a segundona com uma rodada de antecedência.

Apoio da torcida

Para conquistar o bom resultado diante do Corinthians, o Ceará aposta no apoio vindo das arquibancadas. Seis setores da Arena Castelão tiveram os ingressos esgotados antes do dia do jogo. “O que vai fazer a diferença é a nossa torcida. Quem vai conseguir esse objetivo não será só os jogadores, a diretoria, a comissão técnica. Será todo mundo que tem sangue alvinegro”, conclamou o presidente do Ceará, Robinson de Castro.

O técnico Argel Fucks deve promover três mudanças em relação ao time que empatou com o Athletico-PR, quando estreou dirigindo o time. O lateral-direito Samuel Xavier retorna de suspensão na vaga de Cristovam.

Já no Corinthians, o técnico interino Dyego Coelho ganhou um problema para definir a escalação. O meia Pedrinho ficou fora da atividade de ontem por causa de dores na panturrilha, mas acabou sendo relacionado para o jogo. A comissão técnica informou que definirá sua escalação momentos antes da partida. Se for vetado, Mateus Vital o substitui.

Segundo o volante Gabriel, para o jogo de hoje “a gente sabe que eles vão vir para o abafa, tentando fazer um jogo rápido. A gente tem que estar preparado para isso e saber utilizar isso a favor, mas não colocar debaixo do braço e esperar o Ceará tomar as atitudes, pelo contrário.”

Longe de BH

Depois da derrota para o Vasco, segunda-feira, o Cruzeiro decidiu mudar a sua programação e, para evitar protestos e tumultos da torcida em Belo Horizonte, permaneceu no Rio de Janeiro e treinou nas Laranjeiras, no campo do Fluminense. Com a semana fora da capital mineira, espera encontrar tranquilidade para superar o momento difícil.

O técnico Adilson Batista pode promover mudanças para o jogo. Na coletiva após a derrota, elogiou as entradas do meia Marquinhos Gabriel (suspenso pelo terceiro cartão amarelo), e os atacantes Ezequiel e Fred. Se optar por Fred — artilheiro do time em 2019, com 21 gols —, o treinador tirará o camaronês Joel.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade