Publicidade

Correio Braziliense

Brasília em dupla jornada

Equipe da capital federal se reencontra com a torcida em torneio amistoso, de hoje a sábado. Projeto estreia time masculino


postado em 05/12/2019 04:16 / atualizado em 05/12/2019 08:15

Rebaixado na temporada passada da Superliga Feminina, principal objetivo do time brasiliense é reconquistar vaga na elite nacional(foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press - 4/12/19 )
Rebaixado na temporada passada da Superliga Feminina, principal objetivo do time brasiliense é reconquistar vaga na elite nacional (foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press - 4/12/19 )
 
O Brasília Vôlei resistiu às turbulências com trocas de técnicos, perdas de patrocínios e ao rebaixamento na Superliga Feminina na última temporada. Reestruturado, com técnico e gerente “pratas da capital federal”, o time reencontra a torcida na Copa Brasília, disputada de hoje a domingo, no Ginásio Sesi Taguatinga. O torneio contará com a seleção do Egito e será preparatório para o principal objetivo de 2020: conquistar na Superliga B a vaga para retornar à elite do vôlei brasileiro. A estreia é contra a Upis/Prevermed, às 19h.

Apesar de todo o elenco ter sido reformulado, o torcedor que acompanha o Brasília Vôlei há mais tempo verá alguns rostos familiares, como o da central Edna Schlindwein, da oposta Bruna Neri, da ponteira Silvana Papini e da líbero Vitória Lage. “A equipe mudou completamente do ano passado para cá. Há meninas que vieram de lesão, tinha jogadora parada por gravidez, eu mesma estava jogando de líbero e voltei a atacar”, diz Silvana. “Todas estão buscando um lugar de novo na Superliga A, porque o nosso principal objetivo é subir”, completa.

A Copa Brasília será o primeiro teste de qualidade para o time brasiliense, que começou a treinar no início de agosto e precisa ganhar ritmo de jogo. O principal destaque do campeonato amistoso é a participação da seleção do Egito, do técnico brasileiro Marcos Queiroga, que usará a competição como preparação para o pré-olímpico. Nesta semana, o Brasília fez dois amistosos contra o Egito e venceu ambos por 3 x 1.

Mesmo com os resultados positivos, Silvana acredita que a equipe pode não ter revelado a força total. Intercâmbio esportivo e cultural, porém, estão garantidos. “É uma cultura totalmente diferente, tem um outro estilo de jogo também. É bom pegarmos equipes diferentes para ver como nosso grupo vai reagir”, avalia a líbero Vitória.

As caras novas não se restringem ao elenco. O novo técnico do time feminino é Rogério Portella, que treinou o Brasil Telecom, extinto time candango. O treinador retorna à cidade natal após 15 anos, período em que teve experiência de trabalho com Vôlei Futuro, de Curitiba; Londrina Vôlei; Rio Sul e Brusque, além de uma passagem rápida como assistente técnico do próprio Brasília Vôlei.

“É um time mais velho, mas conseguimos montar uma equipe com uma questão financeira bem inferior, mas de uma qualidade boa”, diz Rogério. “Essa é nossa aposta para o desafio de voltar à Superliga A, de onde o Brasília Vôlei nunca deveria ter saído”, completa. Entre as atletas que encorpam o time, estão também a ponteira Ju Nogueira, campeã da Superliga 2010/2011 com o Rio de Janeiro, e a central Dani Suco, que jogou em vários times grandes, incluindo o próprio Rio também em 2011.

As mudanças incluem ainda o gerente Flávio Thiessen, técnico da Seleção Brasileira universitária masculina e da Upis na Superliga B também entre os homens nos últimos anos. A outra novidade do projeto é a parceria com o time universitário que era comandado pelo novo gerente. Assim, o Brasília Vôlei também terá equipe masculina adulta e assumirá a vaga da Upis na Superliga B.

A Copa Brasília, portanto, é a oportunidade de o torcedor matar as saudades do Brasília Vôlei em quadra e ainda conhecer os elencos feminino e masculino, que representarão a capital federal na Superliga B do ano que vem. O torneio amistoso contará com quatro equipes na disputa feminina e três, na masculina.


PROGRAME-SE
Copa Brasília
Hoje
17h    Egito x Franca (feminino)
19h     Brasília x Upis (feminino)
21h     Brasília x Uberlândia (masculino)

Amanhã
17h    Anápolis x Uberlândia (masculino)
19h    Egito x Upis (feminino)
21h    Brasília x Franca (feminino)

Sábado
15h     Franca x Upis  (feminino)
17h     Brasília x Anápolis (masculino)
19h     Brasília x Egito (feminino)

Local: Ginásio Sesi Taguatinga
(QNF 24 - Taguatinga Norte)
*Entrada gratuita



Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade