Superesportes

Flamengo atropela o Avaí por 6 x 1

Jogo foi a despedida do Flamengo diante do torcedor carioca antes do Mundial de Clubes

postado em 06/12/2019 04:06
 (foto: Alexandre Vidal/Flamengo
)
(foto: Alexandre Vidal/Flamengo )
[FOTO1]
Com a presença do presidente Jair Bolsonaro, a despedida do Flamengo diante do torcedor carioca antes do Mundial de Clubes da Fifa não poderia ter sido melhor. Ontem, pela 37; rodada do Campeonato Brasileiro, o campeão fez a festa de quase 60 mil torcedores no Estádio do Maracanã ao aplicar 6 x 1 no Avaí.

Com quatro vitórias seguidas e sem perder há 28 jogos ; a última derrota foi em 4 de agosto, em um 3 x 0 para o Bahia, em Salvador ;, o Flamengo chegou aos 90 pontos. Na outra ponta da tabela de classificação, o rebaixado e lanterna Avaí estacionou nos 19. São 16 rodadas sem vitória.

Aos 11 minutos, o rubro-negro abriu o placar. Rafinha cruzou, Lincoln ajeitou e Arrascaeta bateu de primeira no canto de Vladimir. Aos 21, o Avaí empatou. Lourenço arriscou de fora da área, a bola acertou a trave e as costas do goleiro César antes de entrar mansamente no gol.

O Flamengo voltou a ficar na frente do placar aos 36. Diego bateu colocado, a bola desviou na cabeça de Marquinhos Silva e entrou no ângulo. Dois minutos depois, Gabriel soltou a bomba de fora da área e mandou no cantinho do goleiro, fazendo o 25; gol no Brasileirão.

A etapa final começou movimentada no Maracanã. Aos 11, Lincoln aproveitou sobra e bateu no cantinho do goleiro, ampliando para os donos da casa. Aos 38, após bonita tabela com Diego, o meia brasiliense Reinier ampliou de bico no cantinho de Vladimir. Aos 43, Rafinha cruzou e Reinier completou de carrinho para dar números finais à partida.

Tragédia

Quase 10 meses após o incêndio no Centro de Treinamento do Flamengo, o Ninho do Urubu, que matou 10 jogadores das categorias de base, com idades entre 14 e 16 anos, a Justiça do Rio de Janeiro determinou, ontem, que o clube pague mensalmente R$ 10 mil a cada família e que inclua na folha de pagamento três outros jovens que ficaram feridos na tragédia. O pagamento deverá ser feito até que sejam definidas as indenizações definitivas.






Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação