Publicidade

Correio Braziliense

Barcelona sob nova direção

Em crise por maus resultados, equipe catalã demite Ernesto Valverde e contrata Quique Setién para a sequência da temporada


postado em 14/01/2020 04:17 / atualizado em 14/01/2020 09:30

Quique Setién, 61 anos, tem histórico de montar equipes ofensivas, com valorização da posse de bola. Ex-meia, atuou por Racing e Atlético de Madrid(foto: Cristina Quicler/AFP )
Quique Setién, 61 anos, tem histórico de montar equipes ofensivas, com valorização da posse de bola. Ex-meia, atuou por Racing e Atlético de Madrid (foto: Cristina Quicler/AFP )
 
O Barcelona demitiu ontem o técnico Ernesto Valverde. A decisão foi anunciada pela diretoria do time catalão próximo das 23h (horário espanhol), após reunião durante toda a tarde, no CT do clube, em Barcelona, inclusive com a participação do presidente Josep Maria Bartomeu.

Para o novo comando do grupo, o escolhido é Enrique Setién, mais conhecido como Quique Setién, ex-Las Palmas e Betis, reconhecido por armar equipes com bom toque de bola e de forma ofensiva. Ele vai ser apresentado hoje, em entrevista coletiva.

Valverde somou 144 jogos — com 97 vitórias, 32 empates e 15 derrotas — desde que assumiu o comando da equipe catalã em maio de 2017, quando substituiu Luis Enrique. Foram quatro conquistas: dois títulos do Campeonato Espanhol, um da Copa do Rei e um da Supercopa da Espanha.

O problema do trabalho de Valverde foram as duas eliminações consecutivas na Liga dos Campeões da Europa, em 2018 e 2019, quando caiu nos duelos de volta diante da Roma (quartas de final) e Liverpool (semifinal), por 4 x 1 e 4 x 0, respectivamente.

Apesar do desempenho irregular, Valverde deixa o Barcelona na liderança do Campeonato Espanhol (40 pontos, ao lado do Real Madrid) e classificado em primeiro lugar no Grupo F na Liga dos Campeões. A gota d’água foi a derrota para o Atlético de Madrid por 3 x 2, na semana passada, pela semifinal da Supercopa da Espanha, em duelo realizado na Arábia Saudita.

Xavi Hernández, Ronald Koeman, Mauricio Pochettino, Robert Martínez, Gabriel Milito, Marcelo Gallardo e Thierry Henry foram procurados para comandar o Barcelona, mas não aceitaram.

Quique Setién, 61 anos, foi um meio-campista que atuou por 12 temporadas no Racing Santander. Ele também defendeu o Atlético de Madrid, com o qual venceu a Supercopa da Espanha.

Setién é um dos treinadores mais experientes do futebol espanhol. Ele iniciou a carreira no Racing Santander, equipe que ajudou a colocar na primeira divisão espanhola em 2002. Em 2017, o novo treinador do Barcelona assinou com o Betis e chegou ao sexto lugar no Espanhol, classificando a equipe para a Liga Europa. O segundo ano no clube de Sevilha levou o time até a semifinal da Copa do Rei, antes de sair em 2019.



Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade