Superesportes

Gama estreia com goleada

Alviverde bate Taguatinga por 5 x 2, no Estádio Bezerrão, e larga em grande estilo na busca pelo 13º título da competição

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 26/01/2020 04:06
Diante de 1.337 torcedores, que encararam chuva e frio, os donos da casa deram um passeio nos visitantes

Nem mesmo a chuva insistente no Gama foi capaz de espantar a torcida, que marcou presença no Estádio Bezerrão. Quem enfrentou também o frio para acompanhar a abertura do campeonato candango não se arrependeu. Os donos da casa golearam o Taguatinga por 5 x 2 ; em partida transmitida pela TV Brasília.

O público não precisou esperar muito para soltar o grito de gol. Aos nove minutos, Tarta soltou o pé em cobrança de falta e abriu o placar para o Gama. Onze minutos depois, o centroavante Nunes sofreu pênalti, cometido pelo volante Judvan. O próprio Nunes cobrou no meio do gol e enganou o arqueiro Diogo: 2 x 0. O Taguatinga também teve chances, mas o goleiro Rodrigo Calaça correspondeu.

Na volta do intervalo, o técnico Júnior Araújo promoveu mudanças no time visitante. Ele cobrou mais ofensividade e pressão na saída de bola, além de apostar na experiência de um gigante dos gramados. O uruguaio Beto Acosta, centroavante veterano de 1,90m e com passagens por Corinthians, Náutico e Peñarol, fez sua reestreia no Candangão. Antes de assinar com o Taguatinga, ele defendeu as cores do Brasiliense em 2011 e também atuou pelo Botafogo-DF, em 2016. E foi de dentro do campo que Acosta viu a situação do próprio time piorar: Tarta, dessa vez aos 11 minutos, marcou mais um gol para o Gama, de falta. Ele mandou a bola no ângulo, sem chances para Diogo.

Foi aí que brilhou a estrela de Acosta. Em contra-ataque rápido, o uruguaio surgiu livre de marcação, na entrada da pequena área, e diminuiu o placar, aos 27 minutos. O lance teve bom passe do meia Júnior Alves e chute firme do centroavante, sem chances para Calaça.

E não parou por aí. Acosta marcou novamente, de cabeça, após cobrança de escanteio do lateral Douglas Rato, aos 31. Dois gols em quatro minutos, mas a torcida do Taguatinga logo viu as chances de empate praticamente sumirem. O zagueiro Emerson, capitão do Gama, foi oportunista para marcar o quarto dos anfitriões, em cobrança de falta que desviou na defesa.

O jogo seguia aberto, com chances para os dois lados. O técnico Vilson Tadei fez mudanças no atual campeão candango e deu gás novo ao alviverde: Norton, David Souza e Rafael Malaquias entraram nos lugares de Luquinhas, Jeferson Maranhão e Esquerdinha.

E foi numa jogada de suplentes que saiu o gol para fechar o placar. Aos 38, Rafael Malaquias partiu livre em contra-ataque rápido pela direita, tocou para o meio da área e encontrou Norton sozinho, sem goleiro, para fazer o quinto do Gama, na maior goleada da história do confronto. Chuva de gols para os 1.337 torcedores que toparam encarar o frio da capital. Na próxima rodada, o Taguatinga recebe o Brasiliense, e o Gama visita o Sobradinho. Ambos os jogos estão marcados para domingo.


1; rodada

Ontem
Brasiliense 2 x 0 Sobradinho
Serejão
Real 4 x 0 Formosa
Serra do Lago
Gama 5 x 2 Taguatinga
Bezerrão

Hoje
Capital x Ceilandense
11h ; Bezerrão
Unaí x Ceilândia
15h30 ; Urbano Adjuto
Luziânia x Paranoá
15h30 ; Serra do Lago



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação