Superesportes

Acidente sem sobreviventes

Helicóptero que levava Kobe Bryant e mais oito pessoas pegou fogo ao cair na Califórnia. Tragédia causa comoção mundial

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 27/01/2020 04:35
Destroços da aeronava que caiu em Calabasas, nos arredores de Los Angeles
A polícia de Calabasas confirmou, ontem à noite, que nove pessoas morreram no acidente de helicóptero que teve como vítima mais famosa Kobe Bryant, uma das lendas da NBA e do basquete mundial. Uma das pessoas mortas é Gianna Bryant, filha de Kobe, que tinha apenas 13 anos.

Outra vítima confirmada é o técnico de beisebol do colégio de Orange Coast, John Altobelli. As autoridades locais não divulgaram o nome dos demais que estavam no helicóptero ; um deles era o piloto. A tragédia aconteceu na cidade de Calabasas, nos arredores de Los Angeles, na Califórnia. O helicóptero foi identificado como um Sikorsky S-76. A aeronave caiu e pegou fogo. Ninguém sobreviveu.

Kobe costumava viajar de helicóptero pela região, como fazia quando defendia o Los Angeles Lakers, único time da carreira. As informações são de que o grupo estava indo para uma cidade a 30km de Calabasas, para um jogo do time de Gianna.

Na L.A. Live Plaza, em frente ao Staples Center, casa dos Lakers, no centro de Los Angeles, centenas de fãs chocados se reuniram para prestar homenagem à estrela do basquete. O estádio estava fechado para a cerimônia de premiação do Grammy. Na abertura do evento, a cantora americana Lizzo anunciou: ;Esta noite é pelo Kobe!”.

A apresentadora Alicia Keys prestou uma homenagem ao atleta e lamentou a perda de um herói. ;Estou de coração partido na casa que Kobe Bryant construiu;.

Força criativa

Diversos jogadores da NBA, atuais e do passado, além de estrelas de outros esportes, também lamentaram a chocante morte. Michael Jordan, lenda do basquete e ídolo de Bryant, disse não conseguir descrever sua dor. ;Eu amava Kobe, ele era um irmão mais novo para mim (...) Ele era um competidor feroz, um dos grandes no jogo e uma força criativa;, lamentou. ;Sem palavras para expressar a dor que eu estou sentindo com a tragédia de perder minha sobrinha Gigi e meu irmão Kobe. Amo vocês;, tuitou o ex-colega de quadras pelos Lakers Shaquille O;Neal. Luka Doncic postou: ;Isso não pode ser verdade;, disse o esloveno, uma das estrelas da atual temporada da NBA.

Dono de diversos recordes na liga, Kareem Abdul-Jabbar também lamentou a tragédia. ;A maioria das pessoas se lembrará de Kobe como o atleta magnífico que inspirou uma geração. Sempre me lembrarei dele como um homem que era muito mais que um atleta;, frisou. ;Estou impressionado;, escreveu Scottie Pippen, estrela do Hall da Fama da NBA. ;Não há palavras que cheguem perto de descrever. Apenas um dia incrivelmente triste e trágico;.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, escreveu no Twitter: ;Que notícia terrível!”. Barack Obama, ex-mandatário do país, também postou: ;Kobe era uma lenda na quadra e estava apenas começando o que teria sido tão significativo quanto um segundo ato. Perder Gianna é ainda mais doloroso para nós, como pais. Michelle e eu enviamos amor e orações a Vanessa e a toda a família Bryant em um dia impensável.

Celebridades, como o ator Jamie Foxx, também se manifestaram sobre a morte do astro. ;É difícil suportar isso. É uma dor para toda a vida. Sentiremos sua falta pela eternidade.;

Brasil

No Brasil, Marcelinho Huertas, ex-parceiro dele no Los Angeles Lakers, afirmou que a perda é muito grande. ;É uma notícia devastadora não só para quem é fã de basquete, mas para o mundo inteiro. Quando fiquei sabendo, esperei que fosse rumor de internet. Não tem muito o que falar.;

Huertas atuou no Lakers nas duas últimas temporadas da carreira de Kobe. O brasileiro guarda boas memórias da convivência com a lenda do esporte. ;O legado dele, felizmente, vai ficar para sempre. Foi uma honra dividir o vestiário com ele em seu ano de despedida. Vivenciei momentos maravilhosos;, recordou. A rainha Hortência também não escondeu a surpresa: ;Que tragédia, meu Deus!”.

Num vídeo, Oscar Schmidt demonstrou sua emoção: ;Tristeza das piores que já senti na vida (;). Foi muito bom ter sido amigo de Kobe Bryant;, afirmou. O pai de Kobe, Joe Bryant, jogou basquete profissionalmente na Itália, onde o então futuro astro, ainda criança, conheceu Oscar. O brasileiro foi, assumidamente, umas das maiores referências do astro do Lakers como jogador.

Já Neymar homenageou a lenda da NBA na comemoração de seu segundo gol, na vitória de 2 x 0 do Paris Saint-Germain sobre o Lille, ontem, pelo Campeonato Francês. Depois de abrir o placar para o time visitante no primeiro tempo, o atacante converteu uma penalidade máxima logo no começo da segunda etapa e exibiu com as mãos o número 24 utilizado por Bryant na NBA.

Ídolo do Flamengo, Gabriel Barbosa, o Gabigol, escreveu: ;Mamba forever;. Ele se referiu ao apelido de Mamba Negra, que Kobe ganhou pelo sangue frio para definir uma partida com um arremesso vencedor.


;Tristeza das piores que já senti na vida.
Foi muito bom ter sido amigo de Kobe Bryant;
Oscar Schmidt


;Foi uma honra dividir o vestiário com ele em seu ano de
despedida. Vivenciei momentos maravilhosos;
Marcelinho Huertas,
ex-parceiro de Kobe no Lakers


;Eu amava Kobe, ele era um irmão mais novo para mim;

Michael Jordan,
lenda do basquete


;É difícil suportar isso. É uma dor para
toda a vida. Sentiremos sua falta pela eternidade;
Jamie Foxx,
ator

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação