Superesportes

De volta à ponta da tabela

Fluminense goleia o Resende em casa e mantém liderança geral no campeonato estadual.Com ritmo intenso, o time marcou tanto no início do primeiro tempo quanto na segunda etapa da partida

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 09/03/2020 04:36
Com mais um gol anotado ontem, o nono neste ano, atacante Nenê se mantém na condição de artilheiro da equipe tricolor na temporadaO Fluminense fez o dever de casa e atropelou o Resende, ontem, no Maracanã, por 4 x 0. A goleada deixa o time na liderança isolada do Grupo B da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca, com seis pontos em dois jogos. No domingo que vem, fará clássico com o Vasco, no mesmo estádio. Antes, na quarta-feira, visitará o Figueirense pela terceira fase da Copa do Brasil.

O time de Odair Hellmann também retomou o topo da classificação geral da competição, fato que pode ser importante caso o Flamengo, campeão da Taça Guanabara, conquiste a Taça Rio. O complicado regulamento do torneio prevê uma final em duas partidas caso uma mesma equipe vença os dois turnos, mas seja superada por outra na pontuação total. Com 21 pontos, a equipe tricolor tem dois de vantagem sobre o rubro-negro.

Como homenagem ao Dia Internacional da Mulher, o Fluminense jogou com camisas que estampavam nomes das atletas do time feminino na parte da frente. As jogadoras, inclusive, entraram em campo ao lado do equipe masculino.

O jogo

Disposto a matar o jogo logo no começo, o Fluminense começou com tudo. Logo nos dois minutos, Yago roubou bola no meio-campo e deixou Nenê na cara do gol, mas o artilheiro da equipe na temporada chutou por cima. Sem deixar o Resende respirar, o time da casa abriu o placar aos sete. Em mais uma jogada com boa participação de Yago, ele achou Pacheco sozinho na direita. O peruano cruzou rasteiro e Wellington Silva escorou para dentro.

A história do primeiro tempo se repetiu na volta do intervalo. Os torcedores ainda reocupavam os assentos quando Marcos Paulo aproveitou rebote de Ranule e ampliou a vantagem, no segundo minuto da etapa final. Em ótima fase, o atacante de 19 anos, desta vez como centroavante, marcou seu quinto gol nas últimas quatro partidas.

O jovem só perde na artilharia do time em 2020 para Nenê, que chegou a nove tentos na temporada ao converter pênalti sofrido por Hudson, aos 15 minutos.

Sem oferecer qualquer resistência, a equipe do sul do estado sofreu o quarto aos 23, novamente em rebote de Ranule. O goleiro defendeu chute de Nenê, mas não parou a finalização de Gilberto na sobra.


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação