Publicidade

Estado de Minas

Sistema criado por estudantes dos EUA permite digitar no relógio

Mecanismo torna possível escrever mensagens em telas sensíveis ao toque de apenas uma polegada. A invenção recebeu menção de melhor trabalho apresentado na Conferência de Paria


postado em 15/05/2013 06:30 / atualizado em 15/05/2013 10:13

(foto: Chris Harrison/Divulgação)
(foto: Chris Harrison/Divulgação)


A expectativa que antecipa o lançamento dos smart-watches (relógios inteligentes) levantou diversas questões sobre as funções que serão oferecidas nos acessórios tecnológicos de empresas como Microsoft, Samsung e Apple. Enquanto o iWatch ainda é tratado como lenda da internet, o Nexus, modelo esperado do Google, é alvo de diversas especulações, segundo as quais o dispositivo seria apresentado nesta semana em um evento para desenvolvedores em São Francisco. O principal ponto levantado por especialistas e consumidores é como a tela minúscula dos dispositivos poderá abrigar o acesso a internet, e-mails, vídeos e textos. Um desafio ainda maior é a interação com o aparelho: fica difícil imaginar como acessar aplicativos, digitar números de telefone ou escrever mensagens em um espaço de uma polegada.

Leia mais notícias em Tecnologia

Um grupo de alunos de computação da Universidade Carnegie Mellon, nos Estados Unidos, acredita ter encontrado a solução para esse impasse. Eles desenvolveram um sistema que possibilita o manuseio de botões em telas de apenas uma polegada. Projetado para um teclado que exibe quase 30 teclas na parte inferior do visor, o ZoomBoard permite que os dedos consigam escrever frases completas usando apenas as teclas em miniatura. A invenção recebeu menção de melhor trabalho apresentado na Conference on Human Factors in Computing Systems, em Paris.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade