Publicidade

Estado de Minas

Nokia Asha 501 Dual Sim compete com aparelhos equipados com Android

Vendido a R$ 329, o celular da Nokia voltado a mercados emergentes traz, de cara, alguns dos componentes que interessam a esse público, como, por exemplo o suporte a dois cartões SIM


postado em 24/09/2013 10:32

(foto: Nokia/Divulgação )
(foto: Nokia/Divulgação )


Na linha de entrada dos smartphones, o Asha 501 encara uma tarefa difícil: competir com o batalhão de aparelhos equipados com o sistema operacional Android. Vendido a R$ 329, o celular da Nokia voltado a mercados emergentes traz, de cara, alguns dos componentes que interessam a esse público, como, por exemplo o suporte a dois cartões SIM — algo desejado em um país em que tem mais linhas de celular do que pessoas.

O aparelho segue a bela concepção de design introduzida pela Nokia com os Lumias (e, pelo visto, bem apreciada pela Apple com o novo iPhone 5C): linhas simples, material fosco e diversas variações de cor — entretanto, no Brasil, o celular só é vendido nos modelos branco e preto. Mas, como era de se esperar, o material passa longe da qualidade dos aparelhos de ponta da fabricante finlandesa, com um plástico mais leve. Tudo para cortar os custos.

Leia mais notícias em Tecnologia

A engenharia para tornar o Asha 501 um celular barato também o faz pouco potente. Com apenas 64MB de memória RAM, e um processador cuja especificação nem sequer foi divulgada pela Nokia, não se pode esperar muito em termos de desempenho desse pequeno celular.

A matéria completa está disponível aqui para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade