Publicidade

Estado de Minas

Vídeo de sexo amador circula no Whatsapp e alerta sobre vazamento de imagem

Atriz e ator pornô contracenam em viral e fazem apelo sobre 'vazamento' de filmagens ou fotos que revelam privacidade de mulheres na rede: ''não seja cúmplice''


postado em 27/03/2014 18:23 / atualizado em 27/03/2014 18:26

Atriz pornô Lola alerta usuários do aplicativo sobre compartilhamento de imagens íntimas: ''para você é mais um minutinho de curtição, para elas é muito sofrimento e até suicídio''(foto: Whatsapp/reprodução)
Atriz pornô Lola alerta usuários do aplicativo sobre compartilhamento de imagens íntimas: ''para você é mais um minutinho de curtição, para elas é muito sofrimento e até suicídio'' (foto: Whatsapp/reprodução)

Um vídeo de sexo amador que circula entre usuários do Whatsapp desde a madrugada da última quarta-feira, 26, poderia ser mais um prelúdio de tragédia para as pessoas que aparecem nas imagens, mas funciona como material de conscientização sobre o 'revenge porn' — "pornografia por vingança", expressão em inglês que trata da exposição de fotos ou filmagens íntimas após o fim de um relacionamento ou em encontros ocasionais.

Como na maioria dos flagrantes divulgados pelo aplicativo, um casal parece registrar o ato sexual somente para uso pessoal, até que a mulher se dirige especificamente aos usuários que assistem o vídeo. "Você pensou que fosse mais uma garota caindo na net, mas não", esclarece Lola, a atriz pornô que aparece na gravação com o ator Loupan.

'Cair na net' é uma expressão comum entre internautas que acompanham esta modalidade de pornografia amadora, sem consentimento dos envolvidos.

Leia mais notícias em Tecnologia

O discurso chama a atenção de quem assiste ao vídeo sobre os danos provocados pelo vazamento de filmagens do tipo. "Esse video é para você compartilhar porque eu concordei com ele, mas outras meninas são vítimas desse crime", ressalta Lola.

"O que para você é mais um minutinho de curtição, para elas é muito sofrimento e até suicídio. Não seja cúmplice", ela alerta. A atriz ainda oferece aos usuários uma alternativa responsável: "Ao invés de compartilhar os outros vídeos, compartilhe esse aqui".

A ação é apontada por internautas como iniciativa da Marcha das Vadias em parceria com o Coletivo Supernova. A reportagem não conseguiu contato com representantes dos movimentos de orientação feminista. Conhecidos no mercado de filmes pornográficos do país, Lola e Loupan receberam apoio de colegas do meio após a divulgação da campanha.

"Compartilhem só videos e fotos que as pessoas permitiram", aconselhou Kid Bengala, astro dos filmes adultos, via Twitter. O casal ainda recebeu congratulações e mensagens de incentivo da produtora Brasileirinhas e de Fabão, um dos diretores que já trabalhou com ambos no set.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade