Publicidade

Estado de Minas

Headset voltado para gamers combina elegância e desempenho

Aposta da linha da Kingston voltada para jogadores de games, HyperX Cloud reúne conforto do revestimento de couro e ótimo desempenho como principais pontos do acessório


postado em 21/02/2015 17:10

(foto: Kingston/Divulgação)
(foto: Kingston/Divulgação)

Ultimamente, as empresas de tecnologia têm voltado a atenção para o mercado de games. Grande parte do motivo é a ascensão dos esports, como Call of Duty e, principalmente, League of Legends. Por isso, não é difícil ver uma equipe com um “Cloud”, “HyperX” ou “Razer” estampado no uniforme. Se você parar para observar, há diversos acessórios específicos para os jogadores, que vão de mousepads a teclados que emitem mais luzes que a tela do computador. A partir daí, surgiu o HyperX Cloud, um headset voltado para os players, sem deixar de ser elegante.

Se você tem um PS4, as opções de um fone de ouvido são quase ilimitadas, por conta da entrada do fone de ouvido no controle, que, ao contrário do Xbox One, é universal. O próprio fone de ouvido nativo é uma alternativa (atrasada e cara) da companhia japonesa, além dos fones de ouvido do seu celular (solução barata, mas não a ideal). Nesse vácuo, o HyperX Cloud pode ser a melhor (embora não tão em conta, pelo menos em solo brasileiro) para quem quer uma experiência total de imersão no áudio, com qualidade e, principalmente, conforto.

A divisão da Kingston já acertou com uma caixa à lá Apple, como se a abertura do produto fosse parte da experiência, já que traz no verso da tampa uma carta do gerente geral da HyperX, Anders Wilumsen, e assinada pelo resto da equipe. É um detalhe que acrescenta não só à sensação de ter comprado um produto “VIP”, mas também algo diferente e mais pessoal.

Além do recado e do headset, a caixa vem com um microfone removível, um conector de microfone, um par extra de conchas auriculares em veludo, caixa de controle com cabo de um metro e um cabo de extensão de dois metros. Para completar a ficha técnica, as especificações: o transdutor presente no headset é Dynamic Closed Ø 53mm, a frequência de resposta, de 15Hz a 25KHz, e a medida de pressão sonora SPL, 98±3dB. Já o microfone usa um transdutor condensador black electret e tem uma frequência de resposta de 100 a 12.000Hz.

E o que tudo isso significa? Na prática, uma extraordinária qualidade de áudio, apoiada pelas conchas auriculares de couro, que revestem quase toda a orelha, e diminuem drasticamente ruídos externos. Isso sem nenhum áudio sendo reproduzido. Ao ligar, é quase impossível ouvir o que está acontecendo. E isso é excelente na hora de executar um bom jogo.

Nos games, é quando a performace do fone mostrou maior qualidade, com apenas algumas estranhezas nos graves mais intensos, e a péssima limitação de áudio nativa do DualShock 4. Mas não é só nos jogos que o Cloud tem boa performace. A qualidade das músicas é quase equiparável às dos games, com boa execução de agudos, mas problemas mais “visíveis” também nos graves intensos.


Elegância e conforto

O design do HyperX Cloud mostra que elegância e performance não aparecem apenas em produtos da maçãzinha. A versão preta testada pelo Correio (há também uma branca) usa bem a combinação da cor preta em revestimentos de couro e vermelha, nos detalhes costurados acima da aste e nas bordas.

Esse revestimento em couro é o principal culpado para o conforto no Cloud ser tão natural. Outras características como o próprio peso do headset (350g), contribuem para que ele seja ainda melhor de ouvir. As conchas auriculares, tanto de couro como as adicionais de veludo, são outro nível de conforto.

HyperX Cloud é, com certeza, uma excelente opção, principalmente para os gamers. Com pequenos e quase indistinguíveis problemas na execução de áudio, o headset sofre com o exagerado preço em solo brasileiro: R$ 470, contra os U$ 100 nativos. Mas, se excelente performance, elegância e conforto é o que você procura, essa, definitivamente, é uma boa opção.

Nota: 9,5

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade