Publicidade

Estado de Minas

Um terço dos usuários do Tinder são casados, aponta pesquisa

Segundo estudo, mais da metade das mulheres no serviço estão em algum tipo de relacionamento


postado em 06/05/2015 19:01 / atualizado em 08/05/2015 17:07

 
 
Por mais que o propósito do Tinder seja unir solteiros para que, pelo menos, possam se conhecer e ver se há a possibilidade de romance, há quem utilize o aplicativo mesmo já tendo um parceiro. Isso ficou mais evidente ainda após a publicação de um estudo do GlobalWebIndex, consultoria especializada em internet. Segundo a nova pesquisa, um terço dos usuários do Tinder são casados.

Mas não são apenas aqueles que trocaram alianças que aparecem na pesquisa, já que o estudo também aponta que mais de quatro em cada 10 pessoas presentes no aplicativo já estão em algum tipo de relacionamento.

Ao separar os resultados por sexo, os números apontam que os números de “infidelidade” aumentam ainda mais com mulheres. Mais da metade delas está em um relacionamento amoroso, enquanto 40% das moças já são casadas. No caso dos homens, um terço estão dentro de um relacionamento e 23% são casados.

Os resultados surpreenderam Jason Mander, chefe de tendências da GlobalWebIndex. Segundo ele, o comportamento observado não significa necessariamente que essas pessoas estão traindo os parceiros ao utilizar o Tinder. “Pessoas ainda têm uma sensação de que, por ser um aplicativo, o que está lá é uma versão diferente de você e que você está apenas se divertindo um pouco no espaço virtual”, o executivo comentou ao DailyMail.

Resposta
O Tinder, por meio da assessoria de imprensa, divulgou nota dizendo que Os resultados do estudo revelam "uma descrição totalmente imprecisa da base de usuários do Tinder". Confira a íntegra da nota:

"Os resultados desse pequeno estudo realizado com 681 pessoas no Reino Unido é uma descrição totalmente imprecisa da base de usuários do Tinder – essa empresa está fazendo suposições sem ter acesso algum aos dados reais dos nossos milhões de usuários em todo o mundo. Os fatos são os seguintes: a maior faixa etária no Tinder, representando mais da metade de toda nossa base de usuários, é de 18-24 anos, e mais de 93% nunca foram casados, de acordo com o Instituto Nacional de Estatísticas do Reino Unido. Sem revelar dados dos nossos usuários, a simples lógica deveria mostrar que é simplesmente impossível que qualquer afirmação feita por terceiros seja verdadeira. A sua metodologia parece fundamentalmente falha.”

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade