Publicidade

Estado de Minas

Noroeste é a primeira região do DF a contar com internet ultrarrápida

A tecnologia adotada é GPON (Gigabit Passive Optical Network), uma das mais avançadas do mundo


postado em 13/08/2015 15:30 / atualizado em 13/08/2015 17:41

(foto: George Frey/Getty Images/AFP)
(foto: George Frey/Getty Images/AFP)


Com velocidade que pode chegar a 300Mbps, o Noroeste é a primeira região de Brasília a contar com internet banda larga ultrarrápida. O serviço é oferecido pela GVT -- que foi comprada pela Telefônica Vivo -- e é fruto de investimento de R$ 5 milhões na rede de fibra ótica.

Com essa velocidade, por exemplo, o usuário é capaz de baixar um filme de 800MB em menos de 20 segundos. A tecnologia adotada é GPON (Gigabit Passive Optical Network), uma das mais avançadas do mundo, que oferece altas velocidades de conexão com acesso em múltiplas plataformas, como tablets, smartphones, notebooks e TVs, por meio da rede de fibra ótica, que chega até a residência do cliente. Além disso, a fibra utilizada na GPON é sustentável, gerando menos impacto ambiental.

Velocidade

No Brasil, segundo a última pesquisa da Akamai, o Brasil está na 90ª colocação quando o tema é velocidade da internet. No país, a média é da banda larga é de 2,9Mbps. A Coreia do Sul lidera o ranking com média de 25,3Mbps. A média global é de 4,5 Mbps. Ainda na Coreia, a velocidade de 300Mbps equipa a rede 4G

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade