Publicidade

Estado de Minas

Deu match: nova rede social quer integrar europeus e refugiados

"Let's Integrate" deve entrar em funcionamento no próximo mês; um alemão e um sírio são os responsáveis pelo projeto


postado em 02/03/2016 19:11 / atualizado em 02/03/2016 19:17

(foto: Reprodução)
(foto: Reprodução)
 

 

Após vencerem as fronteiras físicas, os refugiados que chegam à Europa precisam enfrentar uma outra barreira: a cultural. Integrar-se em uma nova cultura, muitas vezes lidando com o preconceito, não é um desafio fácil. Foi pensando nisso que dois homens – um alemão e um sírio – decidiram criar uma rede social que facilitasse a integração entre europeus e refugiados. O projeto foi batizado de Let’s Integrate.

Lasse Landt, um berlinense de 36 anos, participava de evento exatamente sobre refugiados quando conheceu um deles, o sírio Khalid Alaswad, 25 anos. Juntos, eles decidiram desenvolver o site. A intenção, segundo a dupla, é possibilitar o contato entre pessoas que, apesar de possuírem origens diferentes, têm gostos em comum.

Na rede social, os usuários escolhem um perfil – “local” para os alemães e “não-local” para os refugiados – e fornecem informações sobre seus interesses. Com base nesses dados, o site indica uma pessoa do outro perfil que tenha gostos parecidos. Os usuários devem, então, escolher um local de Berlim para se encontrarem pessoalmente.

Para que consigam se identificar na rua durante os encontros, os fundadores do site sugerem que os usuários façam as letras “L” e “I” com as mãos, correspondentes às iniciais do nome da rede social.

O site terá versões em inglês, alemão e árabe e deve ficar pronto no próximo mês. Por enquanto, quem tiver interesse no “Let’s Integrate” pode se cadastrar para receber notícias ou curtir a página do projeto no Facebook.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade