Publicidade

Estado de Minas

WhatsApp: mensagens e ligações são criptografadas para garantir segurança

Nesta terça-feira (5/4), empresa enviou uma mensagem afirmando que as conversas dos usuários estão mais seguras com o uso da criptografia de ponta-a-ponta; entenda


postado em 05/04/2016 17:11 / atualizado em 05/04/2016 17:27

(foto: Allan White/ Fotos Públicas)
(foto: Allan White/ Fotos Públicas)
 

 

O aplicativo de mensagens instantâneas mais famoso do mundo, o WhatsApp, reforçou a segurança aos usuários. Quem abriu o chat nesta terça-feira (5/4), pelo o smartphone ou versão Web, provavelmente visualizou o recado da empresa: "As mensagens que você enviar para esta conversa e chamadas agora são protegidas com criptografia de ponta-a-ponta”. Essa medida de segurança é semelhante a usada em conversas que precisam de sigilo.

Leia mais notícias em Tecnologia

Isso significa que, conforme explicação da própria empresa, diferente da criptografia tradicional, a criptografia de ponta-a-ponta assegura que "somente você e a pessoa com que você está se comunicando podem ler o que é enviado e ninguém mais, nem mesmo o WhatsApp." Para garantir a proteção, é preciso apenas usar a última versão do programa.

Cada mensagem enviada possui um cadeado e uma chave e, com isso, as mensagens são automaticamente criptografadas de ponta-a-ponta. Não é necessário ativar configurações ou estabelecer conversas secretas especiais para garantir a segurança das mensagens.

A princípio, o WhatsApp não pode expor as conversas de seus usuários em nenhuma hipótese, sendo a apreensão do aparelho a única maneira de policiais, por exemplo, terem acesso aos diálogos feitos por chamadas e mensagens.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade