Publicidade

Correio Braziliense

CorelDRAW X8: conheça todos os recursos da nova versão da suíte gráfica

Além das funcionalidades inéditas, pacote traz conteúdo e material para ajudar novatos e experientes. Programa completo sai por R$ 2.399


postado em 02/06/2016 14:00 / atualizado em 08/06/2016 11:41

(foto: CorelDRAW/Divulgação)
(foto: CorelDRAW/Divulgação)


Em março deste ano, a Corel lançou a 15° versão do seu principal software gráfico, o CorelDRAW. A edição "X8" chegou ao mercado preparada para rodar em dispositivos atualizados com o sistema operacional Windows 10 e passou por algumas reformulações interessantes.


Agora, os usuários podem usar a suíte em aparelhos com a tela sensível ao toque, compatíveis com a tecnologia Windows Real-Time Stylus, como o Surface, da Microsoft e os tablets e mesas digitalizadoras Wacom.


Além do CorelDRAW X8, o pacote gráfico conta com Corel PHOTO-PAINT, para edição de imagens, Corel Font Manager, para gerenciar fontes e tipografias, Corel PowerTRACE X8, para converter bitmaps (imagens por rastreio ou de pintura constituídas por pontos de pixels) para vetor (imagens formadas por linhas e retas), Corel CONNECT X8, para trabalhos com conteúdo digital, Corel Website Creator, para criação de sites, Corel CAPTURE X8, para captura de telas e screenshots e PhotoZoom Pro 4, plug-in que pode ser utilizado para ampliar imagens do Corel PHOTO-PAINT.


O novo CorelDRAW X8 está disponível em português, inglês, alemão, italiano, francês, espanhol, holandês, polonês, tcheco, russo, chinês simplificado, chinês tradicional, turco e japonês. A versão de avaliação pode ser baixada aqui. 

 

(foto: CorelDRAW/Divulgação)
(foto: CorelDRAW/Divulgação)
 

 

Capacitação

Para quem não tem tanta maestria com a suíte gráfica, a Corel disponibilizou, pela primeira vez, uma espécie de material didático com tours e guias de início rápido. Com o X8, tanto usuários iniciantes quanto os mais experiêntes terão em suas mãos um guia de inicialização para ajuda-los a aproveitar o máximo de todas as ferramentas e recursos. O Guia de Início rápido, por exemplo, destaca alguns recursos e te dá uma base para começar a trabalhar. Já, a notificação de conteúdo, outra novidade interessante, avisa o usuário no momento em que novos conteúdos ou atualizações estão disponíveis.  

 

Outras novidades
Dentre as novidades estão o suporte para múltiplos monitores, inclusive, com resolução 4K. A funcionalidade Corel Font Manager, que permite um gerenciamento mais prático de todas as fontes instaladas no dispositivo e a possibilidade de usar tipografias que ainda não estão instaladas.


E um dos recursos mais pedidos pelos usuários do CorelDRAW finalmente foi adicionado a suíte. Pela primeira vez, conseguimos mexer em objetos de maneira isolada, sem precisar mover ou ocultar camadas inteiras. O editor de imagens também ganhou as opções de desfoque de imagens, com opções para ressaltar impressões de fundo, e remoção de imperfeições; algumas funcionalidades que já fazem parte de pacotes rivais há algum tempo.

 


As ferramentas de desenhos vetoriais também receberam alguns recursos interessantes: agora, o designer consegue cortar, copiar partes do objeto, mover e soldar partes gráficas.


Nas ferramentas de desenho vetoriais foi implementado ou melhorado muitos recursos. Como cortar, soldar objetos, deslocar, copiar partes do objeto. Tudo bem prático e fácil de usar. No Photo Paint você pode com facilidade retirar objetos das imagens com apenas poucos cliques.


Custos
Se interessou? Então prepare o bolso. A versão completa da suíte, com os oito programas, sai por R$ 2.399. Quem prefere investir na opção de assinatura também vai ter que dar uma esvaziada no bolso: são R$ 899, anuais; o equivalente a R$ 75 mensais. 

 

(foto: CorelDRAW/Divulgação)
(foto: CorelDRAW/Divulgação)
 

Vale a pena? Apesar do preço extremamente salgado das duas versões, é um ótimo investimento se você procura um programa completo e que não vá ficar devendo nada a pacotes rivais como o da Adobe. 


Requisitos de sistema:

(foto: CorelDRAW/Divulgação)
(foto: CorelDRAW/Divulgação)

- Recomenda-se o sistema operacional Windows 10, Windows 8 ou Windows 7 de 64 bits
- Intel Core Duo de 1,8 GHz, Core i3 ou AMD Athlon 64 X2 3800+ de 2,0 GHz ou superior
- Placa gráfica compatível com o modo VLD DXVA2 com Vertex e Pixel Shader 2.0 e, no mínimo, 512 MB de VRAM para a aceleração de decodificação de hardware
- 128 MB ou mais de VRAM VGA
- Resolução mínima da tela: 1024 x 768
- Placa de som compatível com Windows
- Espaço mínimo de 6 GB em disco rígido para a instalação completa

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade