Publicidade

Correio Braziliense

Brasileiros são os mais plugados e conectados moradores da América

Pesquisa realizada em oito países mostra que o Brasil assiste mais tevê e acessa mais a internet


postado em 16/08/2016 19:44 / atualizado em 16/08/2016 20:04

Levantamento organizado pelo instituto Worldwide Independent Network of Market Research (WIN) e realizado no Brasil pelo Ibope Inteligência por meio da unidade de pesquisa on-line Conecta, aponta que 95% dos internautas brasileiros entrevistados navegam na internet todos os dias e 82% assistem televisão diariamente, média acima do verificado nos países da América do Norte.

(foto: Ibope/Reprodução)
(foto: Ibope/Reprodução)

 

Realizada em oito países da América (Brasil, Estados Unidos, Canadá, Colômbia, México, Equador, Panamá e Peru) a pesquisa ouviu 8.533 entrevistados -- 1.004 deles no Brasil -- e mostra que tevê e internet são meios complementares. Da população dos nove países consultados, 72% navegam na web para buscar informações sobre algo que viram na televisão. Entre os brasileiros, esse número chega a 96%.

Assistir tevê pelo smartphone também está se tornando comum, principalmente no Brasil, onde esse hábito já é praticado na mesma proporção que nos Estados Unidos. Na média das Américas, 24% dos habitantes assistem televisão pelo celular. O uso do aparelho móvel para assistir tevê é mais comum em casa (69%) e em transportes como ônibus e metrô (52%). Mas há também uma parcela significativa que faz isso no trabalho (43%), na casa de amigos (27%) e em restaurantes (26%).

(foto: Ibope/Reprodução)
(foto: Ibope/Reprodução)
 

 

Outro serviço, relativamente novo e já bastante popular no Brasil, é o on demand (disponibilidade de assistir aos conteúdos na hora que quiser), como Netflix. Nele, o brasileiro também fica em primeiro lugar. Aqui, 49% das pessoas assistem, no mínimo, semanalmente, o que coloca o país no topo do ranking, junto com os Estados Unidos.

(foto: Ibope/Reprodução)
(foto: Ibope/Reprodução)
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade