Publicidade

Correio Braziliense

Empresa de pagamentos PayPal amplia investimentos no mercado brasileiro

Brasil é o mercado com maior potencial de crescimento no mundo para a companhia


postado em 22/08/2018 15:42 / atualizado em 22/08/2018 16:34

Paula Paschoal:
Paula Paschoal: "O Brasil é a nova menina dos olhos" (foto: PayPal/Divulgação)
 
San José, Califórnia — Pagamentos on-line, conta para recebimento de salário, transferências de dinheiro, saques em caixas eletrônicos usando QR Code. Isso é parte do portifólio que o PayPal tem a oferecer para facilitar a vida financeira dos seus clientes. A maioria desses serviços já está disponível no Brasil, um mercado que tem sido visto com especial atenção pela empresa, por ser o que apresenta maior potencial de crescimento. 

"Eu ousaria dizer que o Brasil é a nova menina dos olhos, onde a gente, além de ter um número altíssimo de consumidores e compradores on-line, temos também pessoas extremamente engajadas em tecnologia e especialmente em dispositivos móveis. A gente olha para o Brasil com muita atenção", diz a diretora-geral do PayPal no Brasil, Paula Paschoal (leia mais na entrevista abaixo). 

Com mais de 18 mil funcionários em todo mundo e operando em mais de 220 países, inclusive no Brasil, a PayPal começou como uma startup em 1998. Foi fundada pelo bilionário norte-americano Elon Musk, também criador da Tesla, fabricante de veículos elétricos, e da SpaceX, que recentemente mandou o primeiro carro para o espaço. Hoje, a empresa está se firmando como uma das maiores empresas de pagamentos do mundo. 
 
 
 
Em 2002, teve um grande crescimento, ao ser comprada pelo eBay, empresa norte-americana de comércio eletrônico por nada mais, por nada menos que US$ 1,5 bilhão. Em 2018, 16 anos depois, seu valor estimado de mercado é de US$ 103 bilhões, 68 vezes o valor da sua compra. 

E esses números impressionantes não param por aí. Os dados de 2017 mostram que os mais de 244 milhões de usuários ativos da companhia em todo mundo fazem aproximadamente 600 mil transações financeiras por segundo, com um total de US$ 139 bilhões em volume de transações mundiais. No Brasil, o número de usuários chega a 3,5 milhões — e há expectativa de crescimento.

A opção dos usuários pelos meios de pagamento digitais tem sido cada vez maior. A aposta dessas empresas em tecnologia dá aos clientes a possibilidade de realizar compras on-line e outras transações de forma mais segura, já que muitos temem expor os dados de seus cartões de crédito no mundo virtual. Praticidade também é outro benefício agregado. Para se ter uma ideia, das 7,6 bilhões de transações feitas pelos clientes em 2017, pelo menos 2,7 bilhões (35%) foram via dispositivos móveis. 
 

Três perguntas para

Paula Paschoal, diretora-geral do PayPal no Brasil

Por que eu deveria usar o PayPal?
Para simplificar a sua vida, garantindo a segurança e a conveniência de todas as suas compras online, sejam elas pagamentos de um táxi, compras de passagens aéreas ou simplesmente abastecer o seu carro. 

Hoje, no Brasil, o PayPal está presente em quais locais e o que podemos fazer com ele?
O PayPal está presente hoje no Brasil em mais de 100 mil vendedores como, por exemplo, nos postos Shell, pagamentos de táxis, Uber, Cabify, aluguel de bicicletas, pedir comida, comprar roupas, tênis, acessórios, passagens aéreas na Azul e na Gol. O que não falta são locais para se gastar dinheiro usando o PayPal. 

E quais os planos da empresa para o Brasil?
Os planos são continuar investindo cada vez mais no Brasil em pessoas. Hoje, temos mais ou menos 200 funcionários, estamos investindo em tecnologias, investindo em produtos e garantindo que a gente consiga, através dos nossos produtos, inovar e melhorar a experiência para o consumidor, sempre garantindo segurança, tanto para quem compra quanto para quem vende. 

* O repórter viajou a convite do PayPal

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade