Publicidade

Correio Braziliense

Facebook impulsiona formato 'Stories', agora aberto à publicidade

Lançado em março de 2017 no Facebook e no Messenger, o formato "Stories" foi herdado do Instagram, que o oferece desde 2016


postado em 26/09/2018 18:00

Na prática, ao analisar o
Na prática, ao analisar o "Stories", os usuários verão, em intervalos regulares, intercaladas publicações de um anunciante ou de uma marca (foto: AFP)
 
Nova York, Estados Unidos - O Facebook quer desenvolver melhor seu formato de publicações temporárias, o "Stories", utilizado diariamente por 300 milhões de pessoas, e abri-lo para os anunciantes, que agora podem colocar anúncios nesse formato, anunciou o grupo nesta quarta-feira. 

Lançado em março de 2017 no Facebook e no Messenger, o formato "Stories" foi herdado do Instagram (empresa subsidiária do Facebook), que o oferece desde 2016 e também se inspirou fortemente em outra rede social, o pioneiro Snapchat. 

Este recurso permite que os usuários do Facebook criem e compartilhem conteúdos de vídeo e foto, às vezes usando realidade aumentada (adicionando uma animação de óculos ou um chapéu, por exemplo), e muitas vezes decorados com texto e emoticons. 

Uma vez publicada, a "história" é visível apenas por 24 horas e depois desaparece para sempre. 

Em maio, o Facebook disse que tinha 150 milhões de usuários diários do "Stories" em sua plataforma. Em pouco mais de quatro meses, o número dobrou, um sinal da popularidade do formato.

A rede se aproxima de sua subsidiária Instagram, que tem 400 milhões de usuários diários do "Stories". 

Para incentivar os usuários a usarem mais esse formato, a rede social enriquece a gama de ferramentas disponíveis. A partir da semana que vem, será oferecida gradualmente a possibilidade de usar uma música para acompanhar a publicação, uma opção facilitada por acordos com as três principais gravadoras do mundo, assinado no início deste ano. 

Para acelerar ainda mais o desenvolvimento do formato, o Facebook também anunciou na quarta-feira a abertura oficial de "Stories" para publicidade.

Na prática, ao analisar o "Stories", os usuários verão, em intervalos regulares, intercaladas publicações de um anunciante ou de uma marca. 

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Facebook em 12 países, 62% dos entrevistados disseram que estão mais interessados em uma marca ou um produto depois de tê-lo visto em seu segmento de "Stories".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade