Publicidade

Correio Braziliense

Garoto de 7 anos ganha US$ 22 mi por ano testando brinquedos no YouTube

Segundo a revista Forbes, o menino Ryan é o youtuber mais bem pago do mundo


postado em 04/12/2018 19:45 / atualizado em 04/12/2018 19:55

(foto: Reprodução Youtube/ Ryan ToysReview )
(foto: Reprodução Youtube/ Ryan ToysReview )
 
O entusiasmo ao abrir pacotes com brinquedos é o mesmo, mas a diversão do pequeno Ryan tem um toque empresarial. Estrela do canal Ryan ToysReview, que analisa brinquedos de todo o mundo, o garoto de apenas 7 anos vem faturando valores altos entre patrocínios e anúncios no YouTube.

Segundo a revista Forbes, Ryan se tornou o influenciador digital mais bem pago da plataforma de criação de conteúdo, com ganhos estimados em US$ 22 milhões por ano. O canal criado pelos pais do garoto em março de 2015, atualmente conta com mais de 17,3 milhões de inscritos e 26 bilhões de visualizações.

Durante entrevista ao jornal The Washington Post, a mãe conta que a ideia surgiu quando o Ryan tinha apenas 3 anos e consumia canais com conteúdos semelhantes. "Um dia ele me perguntou: 'Como é que eu não estou no Youtube como todas as outras crianças?'. Foi assim que dissemos: 'Sim, podemos fazer isso'. Então o levamos à loja para comprar seu primeiro brinquedo. Acho que foi um trem de Lego. E tudo começou a partir daí", explica.

O conteúdo segmentado apenas para o público infantil, com uma linguagem leve, e a forma natural como Ryan testa os brinquedos são alguns dos motivos do sucesso. Entres publicações mais vistas do canal, estão a que Ryan abre mais de 100 brinquedos escondidos em ovos-surpresa de plástico — com 800 milhões de visualizações — e o Top 10 experiências científicas que você pode fazer em casa com as crianças, no qual o garoto aparece acompanhado do pais e soma 26 milhões de visualizações.
 
Mesmo com o grande número de espectadores e um nível de exposição considerável, a privacidade Ryan é uma preocupação dos pais, que não revelam o sobrenome da família nem o local onde vivem.  

Pequeno grande influenciador

(foto: Reprodução Youtube/ Ryan ToysReview)
(foto: Reprodução Youtube/ Ryan ToysReview)
 
A maior fatia do montante arrecadado pela da criança é fruto apenas de visualizações e engajamento do público nos vídeos. Dos US$ 22 milhões arrecadados, apenas US$ 1 milhão vem de patrocinadores, devido ao rigor com que a família seleciona as publicidades da qual Ryan participa.

A preocupação é uma forma de proteger a credibilidade de Ryan, que ao lançar o review de um brinquedo no YouTube é capaz de esgotar o estoque das lojas no mesmo dia. Apesar do poder de influência, o garoto ainda preserva a inocência e modéstia ao falar de seu sucesso, como quando tentou explicá-lo à rede de tevê NBC: "É porque eu sou divertido e engraçado".

Ranking 2018

Ver galeria . 5 Fotos 1º lugar: Ryan, do canal Ryan ToysReview, com ganho anual de US$ 22 milhõesDivulgação/Youtube
1º lugar: Ryan, do canal Ryan ToysReview, com ganho anual de US$ 22 milhões (foto: Divulgação/Youtube )

 
No ranking de maiores influenciadores digitais da Forbes, Daniel Middleton, o jogador de Minecraft que ficou no topo em 2017, com US$ 16,5 milhões faturados, caiu para o quarto lugar.

O ator e celebridade Jake Paul subiu seis posições e ficou em segundo. Seu irmão Logan Paul caiu para o décimo lugar, com US$ 14,5 milhões — ainda assim, US$ 3 milhões acima do que ganhou em 2017.

Dude Percfet, equipe esportiva de cinco homens especializada em truques e ações, garantiu o terceiro lugar, seguido pelo gamer Daniel Middleton e pelo cantor e maquiador Jeffree Star.

*Estagiária sob supervisão de Humberto Rezende 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade