Publicidade

Correio Braziliense

WhatsApp muda e usuário será questionado se deseja entrar em grupo

De acordo com a empresa responsável pelo aplicativo, com as novas configurações, os usuários "terão mais controle das mensagens em grupo que receberem"


postado em 03/04/2019 17:51 / atualizado em 03/04/2019 18:42

(foto: Yasuyoshi Chiba/AFP)
(foto: Yasuyoshi Chiba/AFP)
 
O aplicativo de mensagens WhatsApp anunciou nesta quarta-feira (3/4) algumas mudanças nas configurações de privacidade para grupos. A partir de agora, os usuários poderão escolher quem pode adicioná-los a grupos.

Serão três opções: "ninguém", "meus contatos" e "todos". Se optar pela primeira, o usuário terá que avaliar todos os convites que receber para entrar em um grupo. No segundo caso, apenas quem estiver na sua lista de contatos pode adicioná-lo a um grupo. Essa pessoa, inclusive, será solicitada a enviar um convite por conversa privada. Na terceira opção, as configurações permancem no formato atual, com qualquer pessoa podendo adicionar um número a um grupo.

A mudança já está disponível na mais recente atualização do Whatsapp, tanto para iOS, quanto para Android. Para escolher a opção que mais lhe agrada, o usuário deve ir às Configurações, em seguida Conta > Privacidade > Grupos.
 
(foto: Divulgação/Whatsapp)
(foto: Divulgação/Whatsapp)
 
 
De acordo com a empresa responsável pelo aplicativo, com as novas configurações, os usuários "terão mais controle das mensagens em grupo que receberem". "Cada vez mais, os usuários do WhatsApp utilizam os grupos para se conectarem com família, amigos, colegas de trabalho, de classe, etc. Como as pessoas utilizam grupos para conversas importantes, os usuários nos pediram para que tivessem mais controle ao utilizar o app", explicou a empresa, em nota.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade