Publicidade

Correio Braziliense

Companhia obtém aprovação nos EUA para fazer entregas com drones

Companhia da matriz do Google se tornou o primeiro operador de drones reconhecido como uma companhia aérea pelas autoridades americanas


postado em 24/04/2019 17:33

(foto: AP Photo/Jae C. Hong)
(foto: AP Photo/Jae C. Hong)
Wing Aviation, uma companhia da matriz do Google, Alphabet, se tornou, nesta terça-feira, o primeiro operador de drones reconhecido como uma companhia aérea pelas autoridades americanas, o que lhe permite começar a fazer entregas comerciais no país.  

Muitas companhias testaram sistemas de entrega com drones no mundo todo, à espera de conseguir a autorização dos entes reguladores, preocupados por questões como a segurança, a poluição sonora, a privacidade e as possíveis colisões com outras aeronaves. 

A autorização da Administração Federal de Aviação (FAA) abre caminho para que a Wing Aviation comece a entregar pequenos artigos como alimentos e medicamentos por meio de drones a clientes que os encomendarem por um aplicativo. 

"É um passo importante para os testes de segurança e a integração dos drones em nossa economia", disse a secretária americana de Transportes, Elaine Chao, em um comunicado da FAA. "A segurança continua sendo nossa principal prioridade enquanto essa tecnologia continua se desenvolvendo", acrescentou. 

Enquanto cresce a presença dos drones no céu de muitas partes do mundo, os reguladores se veem obrigados a fixar critérios para todos, desde os usuários privados até as empresas comerciais. 

Com a certificação da FAA, a Wing consegue sua segunda grande vitória depois de que as autoridades australianas lhe concederam há alguns dias a autorização para distribuir comida e produtos farmacêuticos a habitantes da capital, Canberra. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade