Publicidade

Correio Braziliense

WhatsApp anuncia que limitará encaminhamento de mensagens a uma por vez

De acordo com a empresa, o objetivo é diminuir a quantidade notícias falsas durante a crise do novo coronavírus


postado em 07/04/2020 10:55 / atualizado em 07/04/2020 10:56

(foto: Yasuyoshi Chiba/AFP)
(foto: Yasuyoshi Chiba/AFP)
Para tentar diminuir a quantidade de notícias falsas durante a pandemia do novo coronavírus, o aplicativo de mensagens WhatsApp anunciou, nesta terça-feira (7/4), que o encaminhamento de mensagens só poderá ser feito somente por uma conversa por vez. Com isso, o usuário não conseguirá mandar nenhum tipo de conteúdo em massa para vários contatos.

 

A empresa afirma que o encaminhamento de mensagens não é algo ruim, mas que é importante desacelerar a disseminação de mensagens encaminhadas para que o WhatsApp continue sendo um espaço seguro para conversas pessoais. “Temos visto um aumento significante na quantidade de mensagens encaminhadas que, de acordo com nossos usuários, podem contribuir para a disseminação de boatos e informações falsas”, informa, em nota.

A mudança vale para as chamadas mensagens encaminhadas com frequência, que são rotuladas no aplicativo com setas duplas. Essa sinilação indica que amensagem não foi criadas pelo contato que as enviou.

 

Segurança

 

WhatsApp também disse que está trabalhando com governos, com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e com os ministérios da saúde de mais de 20 países para ajudar a levar informações confiáveis à população. “Acreditamos que agora, mais do que nunca, as pessoas precisam se conectar com privacidade. Continuamos trabalhando com bastante empenho para manter o WhatsApp funcionando com estabilidade durante essa crise”, prossegue. 

 

O aplicativo de mensagens instantâneas também reiterou que, por segurança, todas as mensagens e chamadas no WhatsApp são protegidas com a criptografia de ponta a ponta. Além disso, afirmou continua a ouvir as sugestões e “a aprimorar as maneiras pelas quais as pessoas compartilham momentos especiais no WhatsApp.”

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade