Tecnologia

Economia circular: Resíduo do aço melhora robustez do concreto

De acordo com estudo, essa é uma abordagem de desperdício zero que poderá ajudar na economia circular

Paloma Oliveto
postado em 04/05/2020 06:01
 (foto: RMIT University/Divulgação)
(foto: RMIT University/Divulgação)
Peça feita com a escória tratada (direita) e a convencional: 17% mais forte
Um subproduto da fabricação de aço pode ser usado para tratar águas residuais e tornar o concreto mais forte, demonstraram pesquisadores da Universidade RMIT, na Austrália. De acordo com eles, essa é uma abordagem de desperdício zero que poderá ajudar na economia circular.

Produzida durante a separação do aço fundido das impurezas, a escória de aço é frequentemente usada como material agregado substituto para a fabricação de concreto. Ela também pode ser utilizada para absorver contaminantes, como fosfato e magnésio, no processo de tratamento de águas residuais, mas perde eficácia com o tempo.

Os pesquisadores de engenharia da RMIT analisaram se a escória usada no tratamento de águas residuais poderia ser reciclada como material agregado para concreto. Essa mistura resultou em um concreto 17% mais forte que o fabricado com agregados convencionais e 8% mais robusto que a escória de aço bruto.

O engenheiro hidráulico Biplob Pramanik, um dos autores do artigo, disse que o estudo foi o primeiro a investigar possíveis aplicações desse tipo de escória. ;A indústria global de fabricação de aço produz mais de 130 milhões de toneladas de escória de aço a cada ano;, diz. ;Grande parte desse subproduto já entra em concreto, mas estamos perdendo a oportunidade de obter todos os benefícios desse material.;

Segundo o cientista, tornar o concreto mais forte pode ser tão simples quanto aprimorar a escória de aço, usando-a primeiro para tratar as águas residuais. ;Embora existam desafios técnicos a serem superados, esperamos que essa pesquisa nos aproxime um pouco do objetivo final de uma abordagem integrada e sem desperdício em todas as nossas matérias-primas e subprodutos;, afirma Pramanik.

Pramanik chama a atenção para outra vantagem do procedimento. ;As coisas que queremos remover da água são realmente benéficas quando se trata de concreto, por isso é uma combinação perfeita;, diz

O engenheiro civil Rajeev Roychand afirma que o estudo inicial é promissor, mas são necessárias mais pesquisas para implementar a abordagem em larga escala, incluindo a avaliação das propriedades mecânicas e de durabilidade a longo prazo. ;Atualmente, a escória de aço não é amplamente utilizada na indústria de tratamento de águas residuais. Apenas uma planta da Nova Zelândia utiliza esse subproduto em sua abordagem de tratamento;, conta. ;Mas há um grande potencial aqui para três indústrias trabalharem juntas ; siderurgia, tratamento de águas residuais e construção ; e colherem os benefícios máximos desse subproduto.;

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação