Tecnologia

Smartwatches: fita adesiva torna medição de sinais vitais mais precisa

A tecnologia, apresentada na revista especializada Science Advances, usa indicadores químicos encontrados no suor para fornecer informações do que está ocorrendo quimicamente no corpo.

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 22/06/2020 06:00
Presa à pulseira, artefato monitora biomarcadores químicos, como a glicoseCientistas criaram uma fita adesiva que faz com que o smart-watch aumente as condições de saúde monitoradas em tempo real. A tecnologia, apresentada na revista especializada Science Advances, usa indicadores químicos encontrados no suor para fornecer informações do que está ocorrendo quimicamente no corpo.

Os relógios inteligentes ajudam, por exemplo, a acompanhar a distância percorrida e a frequência cardíaca, mas não monitoran a química do corpo. Para isso, precisam rastrear moléculas encontradas em fluidos corporais que funcionam como indicadores da condição de saúde de um indivíduo. A glicose e o lactato são exemplos desses biomarcadores.

Para atender a essa necessidade, os pesquisadores projetaram um filme descartável de dupla face que se prende à parte inferior dos relógios inteligentes. A solução pode detectar quantidades muito pequenas de moléculas presentes no suor do usuário.

;A inspiração para esse trabalho veio do reconhecimento de que já temos mais de 100 milhões de relógios inteligentes e outras tecnologias vestíveis vendidas em todo o mundo que têm poderosos recursos de coleta de dados, computação e transmissão;, ressalta, em comunicado, Sam Emaminejad, professor-assistente de elétrica e informática da Universidade da Califórnia e um dos autores do estudo.

A tecnologia foi testada em um voluntário sedentário, um trabalhador de escritório e praticantes de atividades físicas vigorosas, como boxe. Segundo os criadores, o sistema foi eficaz na ampla variedade de cenários. Eles também observaram que a viscosidade do filme foi suficiente para ele permanecer na pele ao longo de um dia.


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação