Tecnologia

Samsung apresenta novos smartphones para tentar recuperar vendas

Uma versão melhorada de seu smartphone dobrável junto com outros dispositivos foram apresentados nesta quarta-feira (5/8)

Agência France-Presse
postado em 05/08/2020 13:39
Esta foto de folheto obtida em 5 de agosto de 2020, cortesia da Samsung, mostra o Samsung Galaxy Note20 Ultra A Samsung lançou em 5 de agosto de 2020 uma versão atualizada de seu smartphone dobrável, juntamente com outros dispositivos, com o objetivo de impulsionar as vendas de dispositivos em um mercado afetado pela pandemia global.A Samsung apresentou, nesta quarta-feira (5/8), uma versão melhorada de seu smartphone dobrável junto com outros dispositivos, com o objetivo de aumentar as vendas desses produtos em um mercado deprimido pela pandemia de coronavírus.

O Galaxy Z Fold2 foi um dos novos dispositivos anunciados em um evento transmitido ao vivo pela gigante eletrônica sul-coreana, que recentemente perdeu o primeiro lugar no mercado de smartphones para a Huawei chinesa.

A Samsung também lançou duas versões de seu smartphone de grandes dimensões, os Galaxy Note20 e Galaxy Note20 Ultra, além de tablets aprimorados Tab S7 e S7 %2b, um novo smartwatch Galaxy Watch3 e seus fones de ouvido sem fio chamados Galaxy Buds Live.

"Nunca antes nos apoiamos tanto na tecnologia quanto hoje. É assim que nos mantemos conectados enquanto navegamos por desafios extraordinários", disse T.M. Roh, chefe de comunicações móveis da Samsung Electronics.

"A tecnologia deve tornar a vida mais fácil, não mais complexa. Por isso, introduzimos cinco novos dispositivos de energia. Sozinhos, esses dispositivos são ferramentas poderosas para ajudar a maximizar o trabalho e a diversão", disse ele.

Os lançamentos estarão disponíveis em breve no mercado e os preços são consideráveis.

Por exemplo, o Galaxy Note20 estará à venda a partir do final do mês nos EUA e seu preço inicial será de US$ 999,99.

De acordo com o estudo da IDC, no segundo trimestre, a Samsung registrou uma queda de 29% nas vendas de smartphones em relação ao ano anterior, fazendo com que perdesse a liderança de mercado para a Huawei.

As vendas totais de smartphones caíram 16% no trimestre.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação