Publicidade

Estado de Minas

Ligado à Floresta Amazônica, Pará tem paisagens e sabores espetaculares


postado em 29/02/2012 08:04 / atualizado em 28/02/2012 21:50

Diariamente, carregamentos de açaí chegam ao Mercado Ver o Peso(foto: Paulo Santos/Reuters)
Diariamente, carregamentos de açaí chegam ao Mercado Ver o Peso (foto: Paulo Santos/Reuters)


Nos últimos anos, Belém, considerada a porta de entrada da Amazônia, vem passando por uma revitalização de seu riquíssimo casario histórico, herança do Ciclo da Borracha (1890 a 1920), em que viveu sua belle époque. O luxo e o glamour do período de urbanização, que tinham ficado na história, podem ser celebrados hoje pelos novos belenenses e pelos turistas.

À época, as cores e as formas faziam do centro antigo — daquela que chegou a ser chamada de Paris da América — um dos mais belos do país. Símbolo desse novo tempo, a Estação das Docas — que, inspirada em Puerto Madero (Buenos Aires) virou moldura para a Baía do Guajará — é o convite para descobrir sabores e costumes dos paraenses.

 

A matéria completa você lê na edição impressa do Correio Braziliense desta quarta-feira (29/02)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade