Publicidade

Estado de Minas

O suplemento Turismo preparou um roteiro especial pela Rota 66


postado em 11/07/2012 07:59 / atualizado em 10/07/2012 16:12

(foto: Apex Travel/Divulgação)
(foto: Apex Travel/Divulgação)


A Rota 66, rodovia histórica com quase 4 mil quilômetros, já foi retratada em diversos livros e filmes, além de ser tema de músicas conhecidas. Uma das obras que mais chamaram atenção, no entanto, foi On the road, considerada a bíblia do movimento beat, escrita pelo norte-americano Jack Kerouac. Nesta sexta-feira, estreia, no Brasil, o filme homônimo, dirigido por Walter Salles, que exibe como cenário as paisagens do Velho Oeste, com seus cafés de beira de estrada, Cadillacs circulando na pista e pessoas pedindo carona em busca de aventura e liberdade.

Hoje, a Rota 66 foi desativada. Mesmo assim, vários trechos estão conservados e alguns foram revitalizados. O trajeto conta com uma boa rede de lanchonetes, hotéis (ou motels, como são conhecidos nos EUA), museus, parques, postos de gasolina abandonados e cidades-fantasmas, atraindo turistas de todo o mundo. As agências de viagem estão de olho nesse público aventureiro e têm pacotes para cruzar a rodovia, que incluem aluguel de motos (ou carros) e equipe de apoio. O Turismo preparou um roteiro que reúne as conhecidas atrações do fim da década de 1940 — época em que se passa a história do livro/filme — e também as erguidas recentemente. É hora de arrumar a mochila e cair na estrada.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade