Publicidade

Estado de Minas

Vinícolas do Chile apostam em belas paisagens e produtos de qualidade


postado em 24/10/2012 14:57

Entre as diversas vinícolas totalmente preparadas para receber o turista, com diferentes opções de passeios, lojas internas e profissionais que garantem seu total conforto, está uma que não entrou no Guia de Flávio Faria (veja página 4). A Ventisquero (www.ventisquero.com) vale a visita tanto pela qualidade do vinho quanto pela beleza das paisagens ao redor. É uma vinícola relativamente nova, fundada em 1998 pelo empresário Gonzalo Vial. Tem rótulos excepcionais divididos em três linhas: Ventisquero, Yali e Ramirana.

As propriedades estão nos vales de Colchagua, Maipo, Casablanca e Central, sendo que seus melhores vinhos são produzidos com uvas provenientes do vinhedo de Apalta, em Colchagua, um dos mais distantes (160 quilômetros) da capital do país, Santiago. Vêm de lá os belíssimos tintos Vertice e Pangea, ícones da vinícola. Entre as variedades plantadas estão syrah, merlot, carménère e cabernet sauvignon, em altitude que varia de 200 a 475 metros.

O Vale de Apalta é lindo e no alto de uma das colinas a Ventisquero instalou um agradabilíssimo deck de onde se tem vista inesquecível da área. Uma vez tendo visitado o lugar, como abrir uma garrafa de cabernet sauvignon ou chardonnay e não se lembrar da neblina se dissipando devagar, revelando paisagem ondulada e de verde intenso? Isso para não falar da comida perfeitamente harmonizada: tartar de palta hass (o imperdível abacate chileno) com salmão, cordeiro e um patê de fígado de galinha com especiarias cuja receita não é revelada nem sob tortura.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade