Publicidade

Estado de Minas

Museus pelo mundo: dos clássicos aos exóticos e extravagentes


postado em 20/05/2015 19:00 / atualizado em 20/05/2015 19:00

“A história é êmula do tempo, repositório dos fatos, testemunha do passado, exemplo do presente, advertência do futuro.”
Miguel de Cervantes, em Dom Quixote

(foto: Visit Britain/Divulgação)
(foto: Visit Britain/Divulgação)

Há muito os museus deixaram de ser sinônimo de coleção de velharias. Diante da necessidade de preservar a história e a memória, os povos descobriram a importância de reunir, em coleções, objetos — dos mais comuns aos inusitados —, documentos, obras de arte e todo tipo de registro material que se propõe a retratar a sociedade em que vivemos. Uma verdadeira enciclopédia viva que nos ensina, a partir do nosso passado, como e se poderemos ou deveremos adotar ações para transformar o nosso futuro.

E, assim como há imensa variedade de interesses, descobertas, populações, costumes e características, existem museus sobre os mais variados temas. Alguns, inclusive, podem ser considerados bizarros. A arte considerada ruim e fora dos padrões, por exemplo, merece ser vista em uma exibição de Massachusetts (EUA). Na Inglaterra, coleiras de cachorro têm um espaço especial para serem observadas. Um acervo considerável sobre vampiros está aberto à visitação em Paris.

Até mesmo as histórias de amor que não deram certo ganharam um espaço para serem contadas, analisadas, observadas. Na Croácia, qualquer pessoa pode enviar objetos que remetam a seus ex-amores para expor na galeria do Museum of Broken Relationships e dividir a dor de cotovelo com classe. Pode ser um anel de noivado ou um machado. Cada coisa representa um romance com um final nada feliz.

Ainda que pareçam superficiais, os objetos (extravagantes ou absolutamente comuns) presentes nesses locais são, basicamente, um estudo antropológico, pois revelam — e muito — o comportamento humano. Em homenagem ao Dia Mundial dos Museus, comemorado nesta semana, o Turismo preparou um roteiro inusitado para fugir dos clássicos. Confira, nas próximas páginas, esta seleção de museus curiosos que valem uma visita. Mas quem ainda prefere a segurança dos tradicionais pode passear pelo museu Hampton Court Palace, na Inglaterra (foto), ou o de cerâmica, o Instituto Portucale de Cerâmica Luso-Brasileira, em Embu das Artes (SP). Conheça um pouco das muitas histórias que o mundo tem para contar.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade