Publicidade

Estado de Minas CARIBE

Mergulhe no mar e na história de Curaçao, ilha com influência europeia

O lugar é uma mistura perfeita de mar azul, paisagens deslumbrantes e recantos charmosos que transportam os turistas à Europa


postado em 09/03/2016 20:00 / atualizado em 09/03/2016 14:10

(foto: Breno Fortes/CB/D.A Press - 21/6/11 )
(foto: Breno Fortes/CB/D.A Press - 21/6/11 )

Quando a gente pensa em Caribe, o óbvio é virem à mente muito Sol, mar transparente e aquela rotina que inclui repetidos trajetos espreguiçadeira-mar-espreguiçadeira. Certo? Pois Curaçao tem o óbvio e vai além. A ilha — que hoje é um país — foi por muitos anos capital das Antilhas Holandesas e, por isso, mantém a forte influência europeia na arquitetura e em sua cultura de forma geral.

 

Casas multicoloridas compõem o cenário de Punda, bairro que fica no centro da capital, Willemstad, e garantem a Curaçao um cartão-postal único e inconfundível. Mas você também vai encontrar, e muito, aquelas paisagens clássicas caribenhas, ótima gastronomia, agito à noite e ao mesmo tempo uma tranquilidade revigorante. A origem do nome remete à época dos descobridores espanhóis.Quando os marinheiros adoeciam, eram tratados com uma bebida produzida com frutas da ilha, e se curavam. Daí o nome — Ilha do Curaçao; ou simplesmente Curaçao.

 

Na praia Cas Abao, as formações rochosas exibem cenários misteriosos e ao mesmo tempo encantadores(foto: Breno Fortes/CB/D.A Press - 21/6/11 )
Na praia Cas Abao, as formações rochosas exibem cenários misteriosos e ao mesmo tempo encantadores (foto: Breno Fortes/CB/D.A Press - 21/6/11 )

Todas essas qualidades fazem da ilha um destino perfeito para curtir em casal, entre amigos e também com toda a família, já que as águas serenas e cristalinas são um convite às crianças. E ainda há algumas vantagens em relação a outros destinos caribenhos. Localizada ao norte da Venezuela e bem ao lado de Aruba e Bonaire, Curaçao não está na rota de furacões e tem clima seco. O período chuvoso é curto, entre outubro e dezembro, e mesmo nesses meses o predomínio é de Sol. As praias não são lotadas, ou seja, sempre há espaço de sobra na areia e no mar. E os brasileiros não precisam de visto para entrar no país. Gostou? Então, aproveite nossas dicas, prepare o passaporte e boa viagem!

 

A ponte Queen Juliana liga a cidade de Willemstad a Otrobanda e é o ponto mais alto de Curaçao. No canal circulam diversas embarcações(foto: Breno Fortes/CB/D.A Press - 21/6/11 )
A ponte Queen Juliana liga a cidade de Willemstad a Otrobanda e é o ponto mais alto de Curaçao. No canal circulam diversas embarcações (foto: Breno Fortes/CB/D.A Press - 21/6/11 )

Por dentro da ilha

O país caribenho, está ao norte da Venezuela, tem 444 quilômetros quadrados e 150 mil habitantes

 

»Capital

Willemstad

 

»Língua

Os idiomas oficiais são o papiamento, que é uma mistura de diversas línguas — entre elas, o português —, e o holandês. Mas praticamente todos os moradores falam inglês e/ou espanhol

 

»Moeda

Você pode pagar tudo em dólar, mas vai receber o troco em Florim, a moeda local. Os comerciantes estão habituados ao câmbio e são sempre honestos na hora de dar o troco. Mesmo assim, é sempre bom conferir a cotação do Florim ao desembarcar na ilha

 

»Carros

Como a ilha é grande, vale a pena alugar um carro. Os turistas costumam pegar o veículo no aeroporto e devolver no mesmo local, no fim da viagem. As estradas são boas, mas a sinalização às vezes deixa a desejar. Por isso, não abra mão do GPS

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade