Publicidade

Correio Braziliense FERIADO

Um giro pelas comemorações de Corpus Christi em várias partes do mundo

Criada na cidade belga de Liège, a celebração foi se espalhando pelo mundo com o passar dos anos. Conheça algumas cidades em que a data religiosa é comemorada com festa


postado em 12/05/2016 09:00 / atualizado em 16/05/2016 11:47

(foto: Hector Retamal/Reprodução)
(foto: Hector Retamal/Reprodução)

Conta a história que, no século 13, a freira Juliana de Mont Cornillon — que sempre teve uma grande veneração ao Santíssimo Sacramento — começou a ter visões frequentes em que Jesus lhe pedia uma comemoração em homenagem à Sagrada Eucaristia. A freira contou para o então arcebispo de Liège, Jacques Panteléo — que se tornou o papa Urbano IV — sobre suas visões. Com a ajuda do clérigo e do Bispo Roberto of Thourotte, a religiosa deu forma à festa de Corpus Christi.

 

No começo, em 1249, a procissão era restrita ao interior da paróquia de Saint Martin — em Liège, na Bélgica. A festa tomou conta das ruas da cidade apenas 17 anos depois do seu início. Em seguida, tornou-se uma celebração nacional belga.

 

Cidade instigante

Cidade de Liège, na Bélgica, é o berço da celebração de Corpus Christi(foto: Fornik/Flickr)
Cidade de Liège, na Bélgica, é o berço da celebração de Corpus Christi (foto: Fornik/Flickr)

Liège tem tesouros prontos para serem descobertos. A vida cultural e artística é pulsante e a arquitetura é o ponto forte de vários monumentos da cidade. O aquário é um dos que mais encantam os turistas. Tem cerca de 2.500 exemplares de 250 espécies de animais nativos de todo o mundo. O Museu de Arte Moderna e Contemporânea também atrai pela variedade. O palácio de 1905 exibe uma evolução da arte pelo tempo através de obras de Picasso, Gauguin, Monet, Chagall e Kokoschka. O Turismo selecionou algumas cidades onde os fiéis lotam as ruas durante o feriado:

 

Cusco (Peru)

(foto: Zug/Flickr)
(foto: Zug/Flickr)

Fiéis do mundo inteiro desfilam pela cidade cantando, com imagens de Nossa Senhora e dos padroeiros locais em mãos. Os símbolos são adornados com joias e objetos preciosos. A cerimônia principal acontece na Plaza de Armas, onde as estátuas ficam expostas durante uma semana.

 

Galícia (Espanha)

(foto: Pinterest/Reprodução)
(foto: Pinterest/Reprodução)

A tradição é que as ruas centrais da Galícia, noroeste da Espanha, acordem cobertas por um tapete de flores gigantesco. Os desenhos são preparados durante a noite. Quando a procissão começa, os moradores ocupam as varandas da região medieval para lançar pétalas aos participantes.

 

Orvieto (Itália)

(foto: Luis Angel Espinosa LC/Reprodução)
(foto: Luis Angel Espinosa LC/Reprodução)

Uma lenda local diz que, enquanto celebrava a missa, um padre teve dúvidas sobre a transformação do pão e do vinho no sangue e no corpo de Cristo. Durante a cerimônia, o sangue jorrou do pão da comunhão. As vestes utilizadas pelo sacerdote ficam expostas em um relicário na procissão, considerada uma das mais belas da Itália.

 

Arundel (Inglaterra)

(foto: Mazur/Reprodução)
(foto: Mazur/Reprodução)

Os devotos da cidade inglesa confeccionam o tapete de flores no corredor da Catedral de Arundel, um dos santuários medievais mais conhecidos da região, há mais de 100 anos. No último dia de procissão, a tapeçaria percorre as ruas até chegar ao pátio do Castelo de Arundel, onde a bênção final é dada.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade