Publicidade

Correio Braziliense COLÔMBIA

Perca-se pelas ruas estreitas de Cartagena, cidade que adotou Gabo

A alegria começa no olhar: as ruas estreitas são repletas de casas coloridas e floridas. No centro histórico, cercado por muralhas, monumentos que encantam os visitantes


postado em 15/12/2016 09:00

Não deixe de passear pelas ruas do Centro Histórico de Cartagena, onde se concentram os principais pontos turísticos(foto: Elizabeth Colares/EM/D.A Press)
Não deixe de passear pelas ruas do Centro Histórico de Cartagena, onde se concentram os principais pontos turísticos (foto: Elizabeth Colares/EM/D.A Press)

Cartagena de Índias não costumava ser diretamente citada nos livros de Gabriel Garcia Márquez, mas o vencedor do Prêmio Nobel de Literatura revelava que, em cada obra sua, havia fiapos de Cartagena. Nascido em Aracataca, Gabo mudou-se para a mais charmosa cidade do Caribe colombiano em 1948, com 21 anos. Por mais de meio século, entre idas e vindas, Cartagena se tornou a cidade de Gabo.

 

Caminhar pelas ruas de Cartagena é como viajar pelas paisagens imagéticas do realismo fantástico. Ao se perder pelas ruas estreitas, de casas coloridas e floridas, é inevitável não se sentir imerso no universo de Macondo, a cidade de Cem anos de Solidão, ou de outros romances tropicais do escritor, como O amor nos tempos do cólera — a adaptação para o cinema, de 2007, aliás, teve locação na cidade.

Cartagena, patrimônio da humanidade, foi fundada no século 16, guarda uma peculiaridade: o Centro Histórico — ou Ciudad Amurallada —, onde se concentram os principais pontos turísticos, foi construído dentro da muralha de 11 quilômetros de extensão, concluída em 1796.

As ruas estreitas de Cartagena são repletas de casas coloridas e floridas(foto: Daniela Homez/Divulgação)
As ruas estreitas de Cartagena são repletas de casas coloridas e floridas (foto: Daniela Homez/Divulgação)

Dentro da cidade amuralhada e nos bairros das redondezas, como Getsêmani, estão os bares, restaurantes e a arquitetura que fazem a fama de Cartagena. Ali estão pontos turísticos como a Torre do Relógio, a Catedral de Santa Catalina — que, emoldurada pelas flores e casas coloniais, é o principal cartão-postal da cidade —, a igreja de San Pedro Cléver e a casa de Gabriel Garcia Márquez. No fim de tarde, não pode faltar a visita ao Café Del Mar, erguido sobre a muralha, de onde se tem a vista deslumbrante do pôr do sol caribenho.

Para quem gosta de praia, Cartagena oferece algumas opções, bem menos badaladas que Santa Marta ou a ilha de San Andrés, mas de areia branca e água azul-turquesa: as mais visitadas são Isla do Rosário e Playa Blanca, que podem ser acessadas de barco ou van, que saem de Muelle de los Pégasos, próximo à Torre do Relógio.

 

Experimente
Na cidade histórica
» Restaurante La Cevicheria — Calle 39 #7 14
» Pasteleria Mila  — Calle de la Iglesia, 35-76
» Café Havana  — Carrera 10, Getsêmani
» Pub KGB (todo decorado com artigos originais da antiga União Soviética) — Parque Fernandez Madrid, na Ciudad Amurallada

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade