Publicidade

Correio Braziliense COPA DO MUNDO RÚSSIA 2018

Distâncias extremas: as sedes da Copa mais afastadas de Moscou

Kaliningrado fica a 1.250km de distância da capital e fora do território russo. Ecaterimburgo, única cidade na Ásia, está a 1.780km da principal metrópole


postado em 19/06/2017 10:00 / atualizado em 21/06/2017 18:49

Fundada pelo Cavaleiros Teutônicos, a cidade fica entre a Polônia e Lituânia, fora do território russo: paisagens litorâneas(foto: Vasily Maximov/AFP - 18/7/15 )
Fundada pelo Cavaleiros Teutônicos, a cidade fica entre a Polônia e Lituânia, fora do território russo: paisagens litorâneas (foto: Vasily Maximov/AFP - 18/7/15 )
 

O filósofo prussiano Immanuel Kant viveu em Kaliningrado por toda a vida. A cidade tem cerca de 450 mil habitantes. Capital da província de mesmo nome, ela está fora do território russo, a cerca de 600 quilômetros do resto do país. Fundada em 1255 pelos Cavaleiros Teutônicos — uma das ordens militares cruzadas vinculada à Igreja Católica —, fez parte da Polônia, da extinta Prússia Oriental e do Império Alemão até a Segunda Guerra Mundial, quando passou a fazer parte da antiga União Soviética e, atualmente, da Rússia.

A cidade sediará quatro jogos da Copa, todos na primeira fase. Por ser uma das sedes mais distantes de Moscou, o acesso não é fácil. São cerca de 1.250km de distância entre as duas. O acesso mais fácil é de avião, mas também pode ser feito por terra, atravessando outros dois países. Com isso, a quantidade de turistas fora dos dias das partidas deve ser menor que em outro centros. O Brasil só jogará lá se cair no grupo G, onde o último confronto será no Estádio de Kaliningrado.

O estádio Kaliningrado será palco de quatro jogos da primeira fase da competição(foto: Ai Kagou/Flickr)
O estádio Kaliningrado será palco de quatro jogos da primeira fase da competição (foto: Ai Kagou/Flickr)
 

Kaliningrado, há um ano das competições, não conta com uma grande oferta de hotéis. A maioria é de três estrelas. As diárias, verificadas pelo Booking.Com, variam de R$ 70 a R$ 280. Por ser no litoral, o lugar é repleto de belas praias, mas se prepare, mesmo no verão a temperatura não ultrapassa os 20ºC e a quantidade de chuva é grande. Outro local de grande visitação é a Catedral de Königsberg, construída no século XIV e que conta com duas capelas, uma ortodoxa e outra protestante. Um verdadeiro símbolo de paz e reconciliação.

Do lado leste

A equipe do Brasil jogará na Arena de Ecaterimburgo se for sorteada para o grupo C(foto: Ai Kagou/Flickr)
A equipe do Brasil jogará na Arena de Ecaterimburgo se for sorteada para o grupo C (foto: Ai Kagou/Flickr)
 

Ecaterimburgo é uma das maiores e mais populosas cidades russas e a mais importante do lado asiático do país. É a única sede da Copa do Mundo de 2018 na Ásia. Consequentemente, é a mais distante da capital, cerca de 1.780 quilômetros de distância. Como Kaliningrado, sediará quatro jogos, todos da primeira fase. Para o Brasil jogar por lá, tem que cair no grupo C, onde a segunda partida seria na Arena de Ecaterimburgo.

(foto: Dmitry Nikolaevich/Flickr)
(foto: Dmitry Nikolaevich/Flickr)

A cidade, fundada em 1723, foi nomeada em homenagem à czarina da época, Catarina I e fica no limiar da fronteira da Europa com a Ásia. O local é conhecido por ser palco da execução da família Romanov durante a revolução bolchevique, mais precisamente na Casa Itapiev. A construção foi demolida na década de 1920 e, na virada do milênio, deu lugar à Igreja do Sangue, construída em comemoração a canonização dos Romanov pela Igreja Ortodoxa Russa. Por causa da Guerra Civil e destituição da realeza russa, Ecaterimburgo foi renomeada para Sverdlovsk. Após o fim da URSS, voltou a ser chamada como antes.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade