Publicidade

Correio Braziliense PARANÁ

Conheça as principais atrações de Curitiba a bordo de um ônibus panorâmico

Passeio é alternativa inteligente para visitar a cidade em poucas horas. Indicamos lugares onde vale a pena descer do veículo


postado em 01/07/2017 10:00 / atualizado em 04/08/2017 14:19

(foto: Arquitetando Estilos/Reprodução)
(foto: Arquitetando Estilos/Reprodução)

Há quem ame e há quem odeie. O city tour é uma maneira rápida de conhecer uma cidade, mas tem suas desvantagens. Encarar ônibus cheio ou ficar com vontade de conhecer cada ponto turístico a fundo podem ser algumas. Porém, quem tem pouco tempo em um lugar como Curitiba pode considerar fazer um passeio desse tipo.

 

No mundo inteiro, os passeios HopOn-HopOff colocam os turistas em um ônibus panorâmico de dois andares. É comum que o último andar seja aberto. Na capital paranaense, os ônibus da Linha Turismo saem da Praça Tiradentes, no centro, e dão direito a um embarque e quatro reembarques em pontos de ônibus cadastrados, próximos dos pontos turísticos pelos quais o veículo passa. Assim, o turista pode programar descidas em quatro dos lugares que mais interessarem ao longo do trajeto. 


A viagem tem duração aproximada de duas horas e meia e inclui os principais atrativos de Curitiba em 44 km. A cada parada, há uma narração sobre o lugar em três idiomas — português, inglês e espanhol. Confira as atrações selecionadas pelo Turismo.

(foto: Rafaella Panceri/Esp.CB/D.A Press)
(foto: Rafaella Panceri/Esp.CB/D.A Press)

Catedral Metropolitana de Curitiba
Construída no estilo neogótico, fica na Praça Tiradentes. Aproveite para conhecer o templo antes de embarcar e repare nos vitrais e afrescos que decoram o interior, além da imagem de Nossa Senhora da Luz dos Pinhais, padroeira de Curitiba.

(foto: Jurandir Coelho/Flickr)
(foto: Jurandir Coelho/Flickr)

Rua das Flores
Considerada a primeira rua de pedestres do Brasil, é cercada por cafeterias, lojas, e é cortada por uma via onde passa o bondinho. As flores, organizadas a cada dois metros em espécies de canteiros, são trocadas a cada estação do ano.

(foto: Eduardo PA/Flickr)
(foto: Eduardo PA/Flickr)

Museu Oscar Niemeyer
O MON, também conhecido como museu do olho, tem mais de 2.200 obras no acervo. As 12 salas de exposição se dividem em mostras fixas e temporárias. Recomendamos a visita do salão onde as obras apreendidas na operação Lava-Jato estão expostas.
Informações: www.museuoscarniemeyer.org.br

(foto: Plastic Blog/Reprodução)
(foto: Plastic Blog/Reprodução)

Santa Felicidade
O bairro concentra os descendentes de italianos vindos da região do Vêneto. É repleto de lojas de artesanato e móveis, tem algumas vinícolas e muitos restaurantes típicos. Entre eles, o Madalosso, com capacidade para atender mais de 4.600 pessoas ao mesmo tempo.
Informações: www.madalosso.com.br

 

(foto: Maurilio Cheli/SMCS)
(foto: Maurilio Cheli/SMCS)

SERVIÇO

» A Linha Turismo não opera às segundas-feiras
» O último ônibus sai da Praça Tiradentes às 17h30
» Os ingressos custam R$ 45
» Tabela de horários, roteiro completo e outras informações no site

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade