Publicidade

Correio Braziliense REÉVEILLON

Festa da vizinhança: confira as opções nas redondezas para a virada

Nada como mudar de ares para entrar no ano-novo com um olhar diferente. Quem não conseguiu muito tempo, pode aproveitar as comemorações programadas nas cidades próximas a Brasília


postado em 23/12/2017 10:00 / atualizado em 27/12/2017 16:26

Réveillon está chegando e com ele a procura de viagens cresce. A pergunta no ar é uma só, “onde você vai passar a virada?”. Para te ajudar a decidir, preparamos algumas opções próximas ao Distrito Federal, para aqueles que querem respirar novos ares, apreciar a natureza e garantir um programa legal sem ir muito longe de casa.

(foto: Luis Henrique Schrcth/Flickr )
(foto: Luis Henrique Schrcth/Flickr )
Chapada dos Veadeiros
A 240km de Brasília, a cidade de Alto Paraíso tem uma programação voltada para o universo aventureiro e para quem está em busca de relaxamento. As opções para a noite da virada são diversas e não fogem muito das atrações que o município geralmente oferece. Para os frequentadores da cidade, o réveillon será como um reencontro. Para quem nunca a visitou, com certeza será uma descoberta interessante.

Complexos hoteleiros da região, organizaram promoções convidativas para atrair turistas, nos sites de busca, por exemplo, é possível encontrar pacotes para até 5 dias, em pousadas variadas, com preços em torno de R$ 2.360. Com esse valor, por exemplo, é possível incluir a ceia em restaurantes da Vila de São Jorge, um dos pontos turísticos da Chapada.

Além das cachoeiras e destinos já conhecidos, o município de Alto Paraíso terá o festival Ilumina, Réveillon virada da luz. O festival será aberto para crianças e oferecerá uma ceia vegetariana. Os ingressos custam R$ 170 adulto e R$ 80 infantil. Interessados podem adquirir ingressos on-line pelo site festivalilumina.com.

Quem espera iniciar o ano ao som de uma boa música, pode optar pela Virada Bailante com Conrado Pera, show oferecido pela Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge. Além da melodia do cantor e compositor paulista, a atração contará com uma mesa de frios e castanhas. Os ingressos custam R$ 60 e podem ser adquiridos online.

(foto: Jaime Costa/Flickr )
(foto: Jaime Costa/Flickr )
Pirenópolis
Município goiano a duas horas de Brasília, Pirenópolis é um dos destinos mais procurados pelos brasilienses ao longo do ano, e nesta data não é diferente. Localizada aos pés da Serra dos Pirineus, a cidade ainda conserva a arquitetura colonial na região central e conta com mais de 80 cachoeiras para enriquecer a paisagem natural. Durante as festas de fim de ano, as ruas Aurora e do Lazer ficam bem movimentadas, com diversos eventos espalhados pelos bares e restaurantes.

A pedagoga Érika dos Santos, 21, passou as duas últimas viradas de ano acampando em Pirenópolis, e recomenda: “cidade linda de pessoas acolhedoras, vou sempre que dá. Ano passado ficamos num camping próximo à cidade. O point do almoço era o restaurante Vitória e a noite íamos comer hambuguer artesanal em barzinhos por lá. No ano- novo ficamos no ponto mais alto da cidade onde vimos a queima de fogos. O camping custou R$ 40 a diária, o gasto total com a viagem ficou em torno de R$ 220”, conta.

Pirenópolis também foi o destino escolhido pela estudante Bianka Brandão, 21. Ela relata que preferiu ir para a cidade por ser próximo e diferente das festas de réveillon que acontecem na capital, “vou com alguns amigos, alugamos uma casa por quatro dias e pretendemos fazer um tour pelas cachoeiras. Achei melhor ir para lá porque o valor total é semelhante ao de uma festa aqui” conclui.

(foto: André Morbeck/Flickr )
(foto: André Morbeck/Flickr )
Corumbá
Vizinha de Pirenópolis e famosa pelo Salto do Corumbá, a cidade pode ser uma boa opção para quem está em busca de calmaria. Para além do ecoturismo, a cidade é pequena e silenciosa. Os moradores costumam frequentar a missa antes da virada e seguir até a praça para observar a queima de fogos. “Não temos uma programação muito diferenciada, mas indico para quem está em busca de relaxamento. Além disso, os valores na cidade costumam ser bem acessíveis” explica a funcionária pública Vanuza Aparecida, 42 anos. O camping na cidade custa em torno de R$ 15 reais a diária.

(foto: Crystian e Ralf/Flickr )
(foto: Crystian e Ralf/Flickr )
Goiânia
Conhecida como a capital do sertanejo, a cidade oferece várias opções para quem está em busca de badalação. “O que mais rola em Goiânia são barzinhos e tabacarias. Indico os bares Bahrem, Alabama, Posto 15, 21 Lounge, Vintage e Vilão Hookah. Os bares de narguilé que citei por último custam em média R$ 20 a R$ 40 a entrada” conta a publicitária Geisy Mayara, 25.

Além dos bares também existem festas de réveillon, que cobram entradas individuais de R$ 150 a R$ 400. Uma opção para os amantes do sertanejo é a festa Reveillon Volta ao Mundo: Uma noite em Dubai, oferecida pela CEL da OAB. A festa promete uma noite romântica, open bar e open food ao lado dos cantores Bruno e Marrone. Os ingressos podem ser adquiridos nas lojas Limo Limão, Tribo do açaí, Zer062ois Burger & Açaí e pelo site Meu Bilhete.

Para quem prefere iniciar o ano embalado pelas batidas eletrônicas, uma opção é a Réveillon Paradigma, sediada pelo Infinity Hall Goiânia. A festa promete mudar o cenário goiano com a participação de três DJ’s, open bar e open food. Os ingressos podem ser adquiridos na Bilheteria Digital ou presencialmente em Goiânia, Anápolis e em Brasília na Dirty Smoke.

Para os rockeiros de plantão, o Bolshoi Pub oferece uma virada ao som da banda Liga Joe, que tocará sucessos nacionais e internacionais. O evento contará com open bar e open food.

(foto: Karen Trasel/Flickr )
(foto: Karen Trasel/Flickr )
Caldas Novas
Conhecida por ser um manancial de águas termais, Caldas Novas é um destino conhecido para muitos brasilienses. Além dos tradicionais hotéis e piscinas quentes, a cidade também oferece opções para quem busca um maior contato com a natureza. A moradora Rafaella Eduarda indica trilhas, cachoeiras, lagos  e rios, que ela classifica como passeios hippies: “temos muitas paisagens naturais e todas gratuitas.” Para quem prefere o conforto dos hotéis e piscinas e está disposto a pagar um pouco a mais, existem pacotes para dois dias de hospedagem, que variam entre R$ 400 e R$ 700.

* Estagiária sob supervisão de Taís Braga

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade