Publicidade

Correio Braziliense ROTA DOS VINHOS

Beber em Portugal: descubra o melhor lugar para apreciar um vinho português

Aproveitar o passeio na região de Sintra, próxima Lisboa, é um bom caminho para conhecer o processo de produção e apreciar a bebida


postado em 01/01/2018 10:00 / atualizado em 05/01/2018 12:45

Cidade de Colares: sinergia entre o vinho e o turismo(foto: Elmundodelreves/Flickr)
Cidade de Colares: sinergia entre o vinho e o turismo (foto: Elmundodelreves/Flickr)

Segundo dados de um estudo elaborado para a Associação das Rotas do Vinho de Portugal, as unidades de enoturismo receberam 2,2 milhões de visitantes em 2016, número que representa cerca de 10% do total de turistas registrados no ano passado em Portugal. Na região de Lisboa, as vindimas estão sempre associadas às festas do vinho, o que impacta positivamente a restauração e a hotelaria da cidade.

Atualmente, segundo Vasco d’Alvillez, presidente da Comissão Vitivinícola da Região de Lisboa (CVR), “há uma sinergia  grande entre os vinhos e o turismo. Temos a percepção clara de que a interação é tão intensa que, nessa fase, o turismo impulsiona os vinhos, e os vinhos atraem turistas.”
Cidade de Palmela faz parte da Península de Setúbal (foto: Inácio Alves/Flickr)
Cidade de Palmela faz parte da Península de Setúbal (foto: Inácio Alves/Flickr)

Quem quiser explorar a infinidade de vinhos produzidos na região de Lisboa tem que visitar a Península de Setúbal, composta por Montijo, Palmela e Setuúbal. A viticultura na região vem evoluindo de forma considerável nos últimos anos, proporcionando aos viticultores a obtenção de uvas de melhor qualidade, com produções economicamente viáveis, ambientalmente sustentáveis e que permitem a obtenção de vinhos com singular relação qualidade/preço.
A cave Visconde de Salreu está localizada em uma quinta(foto: Teves Costa / Flick)
A cave Visconde de Salreu está localizada em uma quinta (foto: Teves Costa / Flick)

Seguindo na rota dos vinhos, há um legado vitivinícola que não pode ser esquecido. Colares, reclinada sobre duas colinas da Serra de Sintra, é demarcada desde 1908. Ali, é produzido o famoso Vinho de Colares, de sabor aveludado e tom rubi. As vinhas de Colares têm características muito próprias, devido à proximidade do mar e de ventos marítimos muito fortes.

Tradição 

O Vinho de Carcavelos, de renome internacional e tradição secular, detém qualidades reconhecidas e confirmadas durante o reinado de dom José I. E sob forte influência do primeiro conde de Oeiras e marquês de Pombal, o vinho viveu o seu maior apogeu.
As vinhas são o ponto alto e atraem muito viajantes(foto: Airdiogo/Flickr )
As vinhas são o ponto alto e atraem muito viajantes (foto: Airdiogo/Flickr )

É conhecido como um vinho bem marcado pelas características naturais da região: terrenos calcários de declives voltados para o Sul, com temperaturas amenas e ventos de Norte que diminuem a umidade marítima.

Para saber mais
O coração dos vinhos

Criada em 1997, a Associação Turismo de Lisboa (ATL) é uma entidade privada sem fins lucrativos com mais de 800 associados, que se dedicam, no todo ou parcialmente, à economia do turismo da região, com a missão de promover Lisboa como destino turístico de excelência. Mais informações: www.visitlisboa.com.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade