Publicidade

Correio Braziliense MOTORHOME

Descubra um jeito diferente e confortável de viajar sem sair de casa

Liberdade, flexibilidade e muita emoção: esses são os ingredientes principais de uma viagem de trailler. Descubra um novo estilo de vida


postado em 28/02/2018 20:00 / atualizado em 28/02/2018 15:19

(foto: Cruise America RV/Images)
(foto: Cruise America RV/Images)


O mundo como quintal. É isso que uma viagem de motorhome proporciona para os seus adeptos. A liberdade de fazer o seu próprio roteiro, não precisar desfazer malas a cada destino, reservar hotéis e nem se preocupar com o horário de check-in e check-out são só alguns dos fatores que fazem com que mais pessoas se rendam a esse tipo de viagem. Geralmente quem experimenta essa modalidade acaba transformando o hobby em um estilo de vida: buscam a simplicidade, contato com a natureza e a praticidade.

O presidente da Associação Brasileira de Campistas (Anacamp), Francisco Bacelar, explica que o motorhome é um tipo de campismo, e afirma que a modalidade vem crescendo no Brasil. “Temos 1.032 associados, e esse número tende a aumentar. As pessoas têm buscado esse estilo de vida mais simples”, diz. Segundo o presidente, o perfil do brasileiro que procura um motorhome é o aposentado que guardou dinheiro e quer viajar bastante.

Emery e o marido viajaram de motorhome pela Itália:%u201Cestilo preferido%u201D(foto: Emery Tiveron/Arquivo Pessoal)
Emery e o marido viajaram de motorhome pela Itália:%u201Cestilo preferido%u201D (foto: Emery Tiveron/Arquivo Pessoal)

É o caso de Emery Tiveron, 55 anos. Já pensando na aposentadoria, a dentista comprou o motorhome há oito anos, para poder se familiarizar com o veículo. Hoje, ela admite que é o seu tipo de viagem preferida. “O motorhome atende bem as minhas necessidades. Quando viajo com a família, é um momento nosso, de união. Quando eu viajo com o pessoal da minha igreja, para fazer trabalho voluntário, consigo levar meus equipamentos e alguns membros da equipe comigo. É bem prático”, afirma. Para Emery, o segredo é planejar a viagem: “É preciso estudar a rota, verificar a condição das estradas e planejar onde dormir. Depois é só curtir”, aconselha ela, que recentemente viajou à Itália de motorhome com o marido.

Uma das vantagens é a liberdade de escolher o local onde estacionar(foto: Ana Carolina Alves/Esp. CB/D.A Press)
Uma das vantagens é a liberdade de escolher o local onde estacionar (foto: Ana Carolina Alves/Esp. CB/D.A Press)

Apesar do preço — na época em que comprou o  veículo próprio, Emery gastou cerca de 240 mil —, a dentista garante que o motorhome foi um investimento. “Não preciso pagar hotel, restaurantes, guia turístico. É a minha comodidade e intimidade. Pra mim, isso não tem preço”, conta. Francisco Bacelar afirma que existe uma elitização destes veículos. “O custo operacional extrapola os limites do poder aquisitivo da maioria dos brasileiros. A nossa mão de obra não é qualificada, e isso gera um acréscimo no preço final do produto”, explica. Para ele, uma alternativa para diminuir o problema seria, além do aprimoramento da mão de obra, a liberação de veículos fabricados em outros países.

* Estagiária sob supervisão de Taís Braga

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade