Publicidade

Correio Braziliense MOTORHOME

Destinos pelo o mundo para conhecer em uma viagem de trailer

Estados Unidos, Canadá, Itália e Austrália são só alguns dos países que estão preparados para uma boa road trip. Antes de organizar a aventura, fique atento a um detalhe importante da viagem: os vistos


postado em 02/03/2018 10:00 / atualizado em 28/02/2018 16:11

(foto: ho_hokus/Flickr)
(foto: ho_hokus/Flickr)


Quando o primo do fisioterapeuta Marcelo Hoffman, 49 anos, sugeriu uma rota de motorhome pelos Estados Unidos, ele não imaginou que iria gostar tanto desse estilo de viagem. “Foi uma das melhores experiências da minha vida, conheci os EUA de um outro ângulo. A simplicidade me marcou”, relembra Marcelo, que viajou com o primo, a mulher e um casal de amigos. Em novembro de 2016, eles partiram de Miami até New Orleans: foram cerca de 3.500km, ida e volta, em dez dias.

Marcelo conta que, como os americanos têm o costume de viajar de RV (Recreational Vehicle, veículo de lazer), o país possui uma boa infraestrutura para esse tipo de viagem. “A cada 30km a 50km existem áreas de descanso, onde se pode parar, usar o banheiro e dormir. Quanto aos campings, a estrutura é fantástica: eles são equipados e não são caros. Os americanos são muito acolhedores, não foi difícil fazer amizade”, diz Marcelo, que assegurou que a viagem foi econômica. Segundo ele, a diária dos campings varia de 30 a 90 dólares. Além do fato de as refeições serem feitas “em casa”.

O diretor comercial da CWW Brasil, representante da Cruise America RV (principal empresa de locação de motorhome na América do Norte), Eduardo Genekian, explica que as famílias brasileiras estão cada vez mais interessadas nessa experiência. Os locais preferidos? Flórida e Califórnia. “As pessoas buscam se beneficiar da flexibilidade, fazem seu próprio roteiro”, afirma. Segundo ele, o valor do aluguel depende do tempo de viagem, tamanho do veículo e da época do ano. Em média, para sete dias, o valor varia de 900 até  3.500 dólares. “É recomendado que as reservas sejam feitas com pelo menos seis meses de antecedência e que o aéreo seja reservado após a confirmação da disponibilidade do motorhome”, aconselha.

Marcelo Hoffman (de jaqueta jeans) na sua roadtrip pelos Estados Unidos, em novembro de 2016(foto: Marcelo Hoffman/Arquivo Pessoal)
Marcelo Hoffman (de jaqueta jeans) na sua roadtrip pelos Estados Unidos, em novembro de 2016 (foto: Marcelo Hoffman/Arquivo Pessoal)

O engenheiro eletrônico Marcelo Macedo  viajou para 11 países com a mulher, a jornalista Nilva Rios. Eles preferem alugar um motorhome. “Cada viagem tem a sua surpresa, não tenho uma preferida. Você descobre coisas que não tinha planejado, isso me encanta. Se gostamos de um lugar, ficamos mais tempo. Se não, seguimos viagem. Essa flexibilidade é muito cômoda”, afirma. Entre os países visitados pelo casal estão Alemanha, EUA, Austrália e Chile.

Para sair do país, é mais importante ficar atento ao visto. E, ao contrário do que muitos pensam, viajar entre os países não é um problema. Na Comunidade Europeia não há cobrança ao cruzar a fronteira, os gastos são com os pedágios e com as taxas internas, em alguns países, como Áustria e Suíça. Na América do Sul não há taxas, mas há seguros para os veículos, como a Carta Verde, da Argentina, e o SOAPEX, do Chile. Quanto à carteira de motorista, Eduardo Genekian explica que a CNH brasileira basta, mas é sempre bom fazer a internacional.


Fica a dica
Seja qual for o país escolhido para a viagem, não é comum nem recomendado transitar com o motorhome dentro das cidades. Uma boa saída é deixar o veículo estacionado em campings ou locais adequados e usar a bicicleta como meio de transporte.


Serviço
Cruise America RV
www.cruiseamerica.com 
+1 800 671-8042

 

Muitas rotas diferentes 

 

Diferentemente do que muitos pensam, viajar de motorhome não é coisa de gringo. Muitos brasileiros se aventuram pelas estradas do mundo. Pensando nisso, Turismo fez uma lista dos países em que essa prática é comum, e, por isso, possuem uma excelente infraestrutura para a viagem. Aperte os cintos e vem com a gente!

(foto: Wes Dickinson/Flickr)
(foto: Wes Dickinson/Flickr)

Estados Unidos

Ao visitar os EUA é comum ver um motorhome transitando pelas estradas americanas. A cena é típica e chama a atenção. O roteiro clássico para uma roadtrip engloba três estados norte-americanos (Califórnia, Nevada e Arizona) com paradas em Los Angeles, Las Vegas, Phoenix e San Diego. Outra opção é percorrer o sul da Flórida e conhecer Key West, Miami, Fort Lauderdale, Orlando e mais.

(foto: Darren Edwards/Flickr)
(foto: Darren Edwards/Flickr)

Alemanha

A maioria das cidades alemãs possui  ruas estreitas e não comportam um congestionamento de motorhomes. Uma boa saída é deixar o veículo nos campings e utilizar o transporte público das cidades, ou, se preferir, uma bicicleta. É possível também deixar o veículo em um estacionamento feito especialmente para ele, o Stellplatz, mas ele só permite a estadia por 24h. As melhores cidades para conhecer são Munique e Berlim, ambas com seis campings na cidade e arredores.

(foto: John Metzner/Flickr)
(foto: John Metzner/Flickr)

Austrália

A Austrália, sem dúvida, deve ser incluída nas suas opções de viagem. O melhor do país são as estradas e suas belas paisagens. Os campings são equipados e modernos: alguns chegam a se parecer com resorts, área de lazer completa e, normalmente, são de frente para as praias, os grandes banheiros compartilhados normalmente são bem limpos e o preço é acessível. A diária não costuma ultrapassar 35 dólares.

(foto: Gordon Hunter/Flickr)
(foto: Gordon Hunter/Flickr)

Canadá

Conhecida como a estrada mais bonita do mundo, a Rocky Mountains liga os parques nacionais de Banff e Jasper. O trecho tem 290 km e fica em Alberta, no sudoeste do Canadá. Uma dica é ficar alguns dias pelos parques e seguir para o Lago Louise, cartão postal do país.

(foto: Fabrizio Malisan/Flickr)
(foto: Fabrizio Malisan/Flickr)

Itália

A Autoestrada A1 ou Autoestrada do Sol é uma das principais do país e é considerada a espinha dorsal rodoviária da Itália. Ela liga Nápoles a Milão, passando por Roma, Florença e Bolonha. Alguns campings ficam longe da cidade, então é preciso se programar para talvez passar a noite em alguns estacionamentos. Mas não se preocupe — tudo é muito organizado e preparado para atender os motoristas viajantes. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade