Publicidade

Correio Braziliense GRAMADO

Diversão na Serra Gaúcha, um roteiro para fazer sozinho pelo Sul

Viajar sozinho para Gramado, na Serra Gaúcha, é um convite a fazer amizades e aproveitar de forma diferente cada pedacinho desse canto do Brasil


postado em 30/03/2018 10:00 / atualizado em 28/03/2018 17:42

(foto: Alfredo Duraes /EM/D.A Press)
(foto: Alfredo Duraes /EM/D.A Press)


É certo que viajar pela região no inverno é bem interessante e um tanto romântico. O frio típico da região torna o clima ainda mais propício aos fondues, vinhos e cafés coloniais. Mas, no verão, a diversão também não fica para trás. E você pode descobrir muitas coisas para fazer em um fim de semana prolongado, por exemplo.

A primeira aventura já começa no hostel, hotel ou pousada onde você vai passar os dias acompanhado de pessoas de diversos cantos do país. Entre um papo e outro, a possibilidade de fazer alguns passeios do roteiro juntos, como o Bustour, ônibus panorâmico de dois andares que passa por mais de 35 pontos turísticos entre Gramado e Canela. Seguindo os mesmos moldes das principais cidade turísticas do mundo, como Londres e Barcelona, o atrativo utiliza o sistema hop-on hop-off, que permite ao passageiro o embarque e o desembarque ilimitados durante todo o dia.

(foto: Alfredo Duraes /EM/D.A Press)
(foto: Alfredo Duraes /EM/D.A Press)

A ideia é que o turista se sinta livre para traçar o próprio roteiro, de acordo com seu tempo e interesse. O ideal é definir esses pontos antes mesmo de começar o passeio, para não ficar perdido no trajeto. Se você estiver em Gramado, uma boa opção é começar pelo Mini Mundo, parque ao ar livre formado por réplicas de prédios de várias partes do planeta, como Alemanha, Itália, Suíça, Brasil, Argentina, Holanda e Mônaco. Juntas, elas formam uma “cidade” animada por milhares de mini-habitantes, onde a proporção é 24 vezes menor do que a real.

 

Pedalinho 

 

(foto: Gustavo Henrique Braga/CB/D.A Press)
(foto: Gustavo Henrique Braga/CB/D.A Press)


Dali, uma boa pedida é ir até o Lago Negro e passear nos pedalinhos ou mesmo só caminhar por lá, admirando a incrível paisagem. Com natureza exuberante, o local é indicado para quem quer curtir um momento de relaxamento. Pode até absorver um pouquinho da tradição local, incorporando-se em grupos de amigos que se sentam à beira do lago para apreciar o bom e velho chimarrão. E, se quiser trazer lembranças além das fotografias cheias de cores, existe uma feirinha de artesanato bem ao lado do lago, com produtos confeccionados pelos artesãos da região.

Um programa que você não pode deixar de fazer é passear pela Rua Coberta, um dos pontos mais charmosos de Gramado. Localizada bem no Centro, ela liga as duas principais vias da cidade — a Avenida Borges de Medeiros e a Rua Garibaldi. Com um cenário meio bucólico e inspirador, com telhado de vidro mesclado de flores, a Rua Coberta é cercada de comércio, com bares, restaurantes e fábricas de chocolate que são um verdadeiro deleite para qualquer turista. Bem em frente, vale uma visita à Igreja de São Pedro, e suspire com a famosa fonte do Amor Eterno.

Em seguida, você pode caminhar até a Praça das Etnias, se deliciar com um bom vinho sulista e ainda com as famosas cucas, pão doce de origem alemã, elaboradas de forma artesanal e assadas em forno a lenha. Para terminar o dia e se preparar para a noite, visite uma das fábricas de chocolate. Vale uma passada no Mundo de Chocolate Lugano, no Reino do Chocolate ou na tradicional fábrica Prawer.

Já para quem gosta de se divertir na noite, a balada em Gramado é dividida entre as tradicionais noites gaúchas e os modernos pubs e boates, que oferecem de rock a reggaeton. Para quem quer conferir de perto a tradição, o rodízio na Churrascaria Garfo e Bombacha é uma verdadeira imersão na cultura gaúcha, com o famoso costelão assado no fogo de chão durante oito horas. Além disso, a churrascaria oferece show de danças típicas da região, como fandango, chula, pau de fita e as boleadeiras.

 

Passeios em todas as estações 

 

(foto: Leonid Streliaev/EM/Divulgação/D.A Press)
(foto: Leonid Streliaev/EM/Divulgação/D.A Press)


Em qualquer época do ano, o visitante pode se divertir no gelo, já que Gramado abriga o primeiro parque de neve indoor das Américas. Com mais de 16 mil metros quadrados, o local é diversão garantida com a montanha de neve, com atrações como esqui e snowboard. Para aqueles que não gostam de tanta aventura assim, o parque oferece o Vilarejo Alpino, ambiente que remete aos vales suíços, com minicentro comercial e atrações como patinação no gelo e cinema 3D.

Por fim, ao visitar a Serra Gaúcha, não deixe de conhecer Canela. Entre na imponente catedral da cidade, desvende as inúmeras fábricas de chocolate e aprecie o comércio local. Visite e se encante com o Parque do Caracol. Localizado a 750 metros acima do nível do mar, o que mais chama a atenção no local é a Cascata do Caracol — cachoeira com queda d’água de 131 metros de altura. Para se ter uma vista privilegiada, embarque nos bondinhos aéreos, que são a maior atração do parque e proporcionam vistas incríveis.

 

 

» Passeios Turísticos 

 

BusTour — Ônibus turístico Canela/Gramado
  • São quatro ônibus circulando entre as 8h15 e as 18h30, e você começa o roteiro de qualquer ponto, a qualquer hora, e para você não perder nenhum detalhe, os ônibus conta com áudio em português, espanhol e inglês descrevendo todo o roteiro 
  • Informações: www.brockerturismo.com.br ou pelo (54) 3286-5405

Mini Mundo
  • Endereço: Rua Horácio Cardoso, 291 — Gramado
  • Funcionamento: diariamente, das 9h15 às 17h
  • Informações: www.minimundo.com.br ou pelo (54) 3286-4055

Bondinhos aéreos
Parque da Serra

  • Endereço: Estrada da Ferradura, 699, Caracol — Canela
  • Funcionamento: diariamente, das 9h às 17h
  • Informações: www.parquedaserra.com.br ou pelo (54) 3878-3250

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade