Publicidade

Correio Braziliense PASSEIOS

Este mar é meu, as melhores projeções e estruturas de praias

Nada melhor para curtir o verão: com águas claras, areia branca e fina, vegetação e toda a estrutura para o banhista, as praias artificiais surpreendem e são boas opções de roteiros turísticos


postado em 06/05/2018 10:00

“Existem praias tão lindas, cheias de luz
Nenhuma tem o encanto que tu possues
Tuas areias, teu céu tão lindo
Tuas sereias, sempre sorrindo...”


Alberto Ribeiro/João de Barro, o Braguinha — Copacabana

No meio do deserto, em Dubai, o estudante Henrique Cansone ficou surpreso com a perfeição e os detalhes da praia(foto: Arquivo Pessoal)
No meio do deserto, em Dubai, o estudante Henrique Cansone ficou surpreso com a perfeição e os detalhes da praia (foto: Arquivo Pessoal)

 

Elas foram a solução encontrada por países que não tiveram a mesma sorte do Brasil, onde a natureza foi generosa e criou um litoral de 7.367 quilômetros banhado pelo Oceano Atlântico. São praias construídas em grandes espaços livres, resorts, parques, clubes ou, acreditem, em locais fechados como galpões ou prédios. Projetadas e estruturadas para oferecer o melhor clima praiano, com águas cristalinas numa temperatura compatível com o clima, areias brancas e vegetação.

Pode parecer estranho, mas, na China, o banhista pode entrar no edifício New Century Global Center  vestido em trajes de banho. Além de escritórios, bares e restaurantes, existe uma praia no local. Apaixonados pelo calor, os dinamarqueses homenagearam a praia mais famosa do mundo e batizaram de Copencabana a praia construída na capital, Copenhagen. Não tem o encanto e o charme da “Princesinha do Mar”, mas dá para ganhar um bronzeado.

As férias do estudante Henrique Consone, em Dubai, foram inesquecíveis. Uma das melhores surpresas, conta ele, foi a experiência na praia da cidade que foi erguida no deserto. “É incrível ver como que o homem tem a capacidade de criar algo tão parecido com a natureza e tão grandioso. A palmeira é muito luxuosa e sem dúvida é uma das principais atrações de Dubai. É impressionante, eu fiquei muito admirado”, elogiou.

Conheça algumas dessas praias, verdadeiros espetáculos de arquitetura e engenharia.

 

Segaia Ocean Dome - Japão

(foto: Ricardo Mendes/Flickr)
(foto: Ricardo Mendes/Flickr)


Mais de 10 mil pessoas podem aproveitar o dia na maior praia indoor do mundo. Com 100 metros de largura e 300 de comprimento, ela se destaca por sua grandiosidade. Situada em Miyazaki, o seu teto pode se abrir para os dias ensolarados e ficar fechado nos dias chuvosos. Vantagem para quem não quer abrir mão de ir à praia com o tempo ruim. Com ondas de quase dois metros, a areia é feita de mármore triturado, palmeiras artificiais e um grande sistema de aquecimento de água. A tecnologia japonesa é tão impressionante quanto o ambiente.

Paris Plage - França

(foto: SYBARTS/Flickr)
(foto: SYBARTS/Flickr)


Quem visita Paris no verão tem uma programação agitada. Isso porque, além dos roteiros indispensáveis e quase obrigatórios da Cidade Luz, os turistas podem curtir uma praia de água doce. Durante um breve período, a Rua Georges Pompidou troca o movimento dos carros por mais de 5 toneladas de areia. As margens do Rio Sena se transformam e é possível tomar sol ou curtir o calor sob um ombrelone. Essa é uma boa opção para fugir das altas temperaturas da capital francesa durante a estação mais quente do ano. A dica é chegar cedo para pegar um lugar.

Praia de Larvotto - Mônaco

(foto: Fulvio Daniele/Flickr)
(foto: Fulvio Daniele/Flickr)


Mônaco é conhecida por seu luxo e pelas atividades aquáticas. Lá estão alguns dos maiores, mais caros e luxuosos iates, lanchas e veículos aquáticos. Apesar de estar na orla do Mar Mediterrâneo, a cidade possui uma praia artificial que se une ao mar natural. Nela, as águas são tranquilas e a areia é fofa. Larvotto é uma das mais famosas e, por ser pequena, tem-se a impressão de estar sempre cheia. Frequentada por celebridades, artistas e milionários de todo o mundo, tem bares e restaurantes, além de  serviços que proporcionam conforto e relaxamento.

 

Praia do edifício New Century Global Center - China 

(foto: Noelle Tay/Flickr)
(foto: Noelle Tay/Flickr)

 

Ir a um edifício no meio de uma cidade, com compromissos comuns como visitar um amigo, participar de uma reunião ou entrar em uma loja na China, pode significar ir à praia. Os chineses construíram uma praia artificial no New Century Global Center, um edifício multiuso com mais de um milhão de metros quadrados. A praia artificial, que não tem só água e areia e é capaz de receber 6 mil banhistas. Ela oferece toboáguas e brinquedos. Além disso, por lá tem hotéis, escritórios, lojas e restaurantes. Não é preciso sair de lá.

Praia do Resort de Sun City - África do Sul

(foto: Resort Sun City/Divulgação)
(foto: Resort Sun City/Divulgação)

 

A 190km de Joanesburgo está o luxuoso Resort Sun City. Localizado na província de North-West, ele é um enorme e completo centro de lazer. Abriga hotéis, centro esportivo, parque para safári e uma praia artificial capaz de produzir ondas de quase dois metros, com areia fofa e vegetação tipicamente litorânea. Além disso, vários quiosques, bares e restaurante para o visitante aproveitar o dia.

Tropical Islands - Alemanha

(foto: Resort Tropical Islands/Divulgação)
(foto: Resort Tropical Islands/Divulgação)

 

Para ocupar o posto de segunda maior praia indoor do mundo, o Resort Tropical Islands investiu em uma área correspondente a mais de 8 campos de futebol. O complexo tem 66 mil metros quadrados, toboágua, mais de 400 espreguiçadeiras, uma megapiscina e mais de 50 mil plantas tropicais. Essa pode ser uma opção para curtir o mar durante o inverno rigoroso da Alemanha. Lá, a temperatura do ambiente fica em 26ºC e as águas permanecem nos 30ºC durante todo o ano.

Palm Island - Dubai 

(foto: Alexey Grachev/Flickr)
(foto: Alexey Grachev/Flickr)

 

Considerada uma das principais obras da engenharia do século 21, a Ilha da Palmeira, construída em Dubai é uma das praias artificiais mais famosas do mundo. Na verdade, se trata de uma ilha. A maior cidade dos Emirados Árabes, que foi erguida no meio do deserto, investiu fortunas em tecnologias capazes de produzir uma ilha em meio ao mar verdadeiro. Ao longo dessa ilha, há mansões milionárias. Aproveitar um pouco da Palm Island é um programa bem exclusivo.

Praia Artificial de Malé - Maldivas

(foto: David Stanley/Flickr)
(foto: David Stanley/Flickr)

 

Que as Maldivas são um lugar espetacular, não há dúvidas, mas você sabia que algumas partes da ilha não têm praia? Para resolver esse problema, na capital, Malé, foi construída uma praia artificial. Com água cristalina, relembrando o restante da ilha, e areia branca, o atrativo tem sido uma opção além das águas do Oceano Índico.

Mandalay Bay - Estados Unidos

(foto: Mandalay Bay Photos/Divulgação)
(foto: Mandalay Bay Photos/Divulgação)


Os luxuosos hotéis em Las Vegas são verdadeiras cidades. Eles têm de tudo, inclusive uma praia artificial. O Mandalay Bay é o responsável por colocar um “mar” no meio do deserto em que a cidade se localiza. Além da praia, o resort tem cinco piscinas gigantes e costuma estar sempre cheio, principalmente no verão. Com muitas espreguiçadeiras, massagistas, bares e restaurantes, passar um dia nessa praia pode ser bem relaxante.

Copencabana - Dinamarca

(foto: Rory Hyde/Flickr)
(foto: Rory Hyde/Flickr)


Não é Rio de Janeiro, muito menos Copacabana. A praia artificial construída em Copenhage, capital dinamarquesa, atrai muitos visitantes nas altas temperaturas do verão. Ela é semelhante à praia Plage, em Paris. A instalação também inclui piscinas para crianças e adultos e   ofere uma temática diferente a cada ano — a última foi Marrocos. Ela fica aberta de 1º de junho a 31 de agosto.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade