Publicidade

Correio Braziliense ESTAÇÕES

Inverno latino, temporada de neve se aproxima do hemisfério sul

Aguardando o mês de junho, algumas estações de esqui já estão preparadas para receber os turistas. Para os brasileiros, a vantagem é a proximidade


postado em 12/05/2018 10:00 / atualizado em 09/05/2018 17:32

(foto: Wikimedia Commons/CB/D.A Press)
(foto: Wikimedia Commons/CB/D.A Press)


Ainda é outono, mas algumas estações de esqui no hemisfério sul já estão prontas para a neve, que deve chegar em meados de junho. E para quem sonha praticar esportes nas montanhas geladas ou aprender a dar as primeiras deslizadas sobre a neve, já é hora de se programar para aproveitar o que há de melhor e mais exclusivo em termos de esqui e snowboard.

Nada melhor que a praticidade de curtir os encantos da neve sem sair do continente, evitando muitas horas no trajeto e ganhando tempo para se divertir. Estações no Chile e na Argentina se tornaram queridinhas dos brasileiros. Prestes a completar a sua 30ª temporada de neve, o complexo Valle Nevado Ski Resort, que está situado a cerca de 60 quilômetros de distância de Santiago, no Chile, conta com três hotéis — Tres Puntas, Puerta del Sol e Valle Nevado —, seis restaurantes e bares e mais de 40 pistas para esqui e snowboard em diferentes níveis para esquiadores de todas as idades e oferece várias atrações para os visitantes.

(foto: chileanski/CB/D.A Press)
(foto: chileanski/CB/D.A Press)

Também no Chile, cravada no meio da Cordilheira dos Andes, a apenas três quilômetros de distância da fronteira com a Argentina e às margens da Laguna del Inca, Portillo é o mais tradicional centro de esqui do país. Foi construído no fim dos anos 1940 pelo governo chileno para difundir o esporte na América do Sul. Sua estrutura difere e muito de outras estações mais badaladas, como Valle Nevado, já que oferece ares de hotel na montanha. Nas 35 pistas do complexo, inclusive, é comum encontrar esquiadores de ponta treinando para campeonatos mundiais.

 

No clima da cordilheira 

Valle Nevado está a 60km de Santiago. Portillo, o centro mais tradicional, foi construído no fim de 1940 (foto: skiportillo/CB/D.A Press)
Valle Nevado está a 60km de Santiago. Portillo, o centro mais tradicional, foi construído no fim de 1940 (foto: skiportillo/CB/D.A Press)

Já na Argentina, pertinho de San Martin de los Andes, em uma charmosa cidadezinha ao melhor estilo alpino, encontra-se o centro de esqui de Cerro Chapelco. Dotado de belas paisagens e de grande infraestrutura, o complexo, que está a 1.980 metros acima do nível do mar numa montanha que integra a Cordilheira dos Andes, reúne quase 30 quilômetros de superfície esquiável, com 24 pistas de diferentes níveis de dificuldade e 12 pontos de elevação que podem transportar até 18 mil esquiadores por hora. É considerada uma das mais importantes estações de esqui da América Latina e oferece escola de esqui para crianças, adolescentes e adultos e snowboard, além de esqui adaptado.

Ainda na Argentina, o Lasleñas, reconhecido como um dos melhores centros de esqui e snowboard do hemisfério sul, conta com 65 quilômetros de área esquiável e oferece cerca de 30 pistas que podem ser utilizadas por esquiadores experientes ou iniciantes, além de aprendizes. As pistas apresentam diversos graus de dificuldade, e profissionais orientam os usuários no momento da escolha.

No Cerro Chapelco, escola para aprendizes de todas as idades a quase 2 mil metros acima do nível do mar (foto: Chapelco/CB/D.A Press)
No Cerro Chapelco, escola para aprendizes de todas as idades a quase 2 mil metros acima do nível do mar (foto: Chapelco/CB/D.A Press)

Destaque para a mais longa descida, por pista ininterrupta, do mundo, e para a iluminação artificial que o complexo oferece para a prática noturna. Lasleñas está a 45 minutos do aeroporto de Malargue.


Informações
  • www.skiportillo.com
  • www.chapelco.com
  • www.laslenas.com
  • https://chileanski.com/por/valle-nevado

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade