Publicidade

Correio Braziliense ALSÁCIA

Estrasburgo: conheça a encantadora cidade na região de Alsácia

Primeira cidade francesa tombada como patrimônio mundial pela Unesco, em 1988, banhada pelo rio Reno, atrai pela arquitetura, gastronomia e bons vinhos


postado em 13/05/2018 10:00 / atualizado em 09/05/2018 17:55

(foto: wikepedia Commons/CB/D.A Press)
(foto: wikepedia Commons/CB/D.A Press)


Falassem as pedras,muito teriam a contar aquelas utilizadas nos idos de 1260, para a construção da fantástica Catedral Gótica de Estrasburgo — cidade alsaciana às margens do Reno, na fronteira com a Alemanha. Nos dias atuais, aqueles que “inventarem” visitar a bela Estrasburgo poderão vivenciar a experiência das tradicionais comemorações alsacianas, em especial no Bairro La Petite France, famoso ponto turístico com casas em estilo enxaimel, debruçadas sobre as águas dos inúmeros canais que atravessam esse recanto singular. Além dos winstubs, bons restaurantes e brasseries são encontrados no La Petite France.

Em Estrasburgo, os winstubs alsacianos hoje são restaurantes nos quais o acolhimento é a atmosfera que prevalece. Geralmente, o pé-direito da construção é baixo – o que contribui para a sensação de intimidade. A decoração é rústica, composta por objetos que fazem parte do cotidiano alsaciano; as mesas de madeira, no geral, são cobertas por toalhas de tecido em xadrez vermelho; e os preços, razoáveis.

Os inúmeros canais emolduraram as casas no estilo enxaimel. Os winstubs são restaurantes muito acolhedores (foto: PxHere- Reprodução/CB/D.A Press)
Os inúmeros canais emolduraram as casas no estilo enxaimel. Os winstubs são restaurantes muito acolhedores (foto: PxHere- Reprodução/CB/D.A Press)

Um winstub alsaciano serve especialidades regionais dessa porção da França que se destaca pela gastronomia. Exemplos: sauerkraut (repolho fermentado, com diferentes complementos); baeckeoffe (mistura de carne bovina, de ovelha e de porco, marinada em vinho branco, levemente cozida com batatas e cebolas); bretzel (ou pretzel, tipo de pão em formato de nó, doce ou salgado). Outra iguaria servida nos winstubs é o kougelhopf, bolo que pode ser doce — com passas ao rum, para sobremesa; ou salgado — com bacon e nozes, para aperitivo.

Falar em aperitivo faz lembrar que a Alsácia é considerada uma das regiões vinícolas francesas da maior excelência, principalmente na produção de vinhos brancos originados das variedades de uvas riesling, sylvaner e gewürztraminer.

(foto: PxHere - reprodução/CB/D.A Press)
(foto: PxHere - reprodução/CB/D.A Press)

Contudo, ali também são produzidos tintos famosos, como os originados da pinot noir, considerada a uva de mais difícil cultivo, fonte de origem dos vinhos tidos como os mais elegantes do mundo, e também do champanhe. Além do que, a região alsaciana é responsável pela maior produção de cervejas francesas.


COMO IR

  • As companhias aéreas internacionais Air France, KLM, Latam, Lufthansa, Swiss Air e outras operam voos a partir de São Paulo, Porto Alegre, Recife, Brasília e outras capitais brasileiras. Tratam-se de voos com uma e até três conexões.

  • Outra forma é voar até Paris (a duração do voo é de 11 horas, na média) e a partir da Gare de l’Este, conectada com o Aeroporto Charles de Gaulle, embarcar no trem de alta velocidade (TGV). Nas saídas diretas, a duração da viagem por TGV até Estrasburgo é de 2h20min.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade