Publicidade

Correio Braziliense NORDESTE

Cariri do sertão paraibano, cenários rústicos que encantam os visitantes

Paisagens que mais parecem saídas de filmes de ficção científica chamam a atenção. A região, uma entre as que menos chove no Brasil, é cenário de uma grande produção para a tevê e, além de conquistar o elenco, tem atraído turistas que se aventuram em esportes radicais e se encantam principalmente com as elevações rochosas. Conheça Boa Vista e Cabaceiras e experimente dias de artista.


postado em 23/05/2018 20:00

(foto: Wikimedia Commons/Divulgação)
(foto: Wikimedia Commons/Divulgação)


Na área mais baixa do Planalto da Borborema está o cenário de várias produções nacionais. A região é um dos lugares onde menos chove no Brasil, o que facilita as locações e permite o cumprimento do calendário de gravações. A última delas, a supersérie Onde nascem os fortes, da TV Globo, mostra a vegetação típica do nordeste do país, num cenário surpreendente, com vários aspectos pitorescos.

A série tem usado como cenário a zona rural da cidade. Um dos locais que causam mais encantamento é o Lajedo de Pai Mateus, elevação rochosa que abrange cerca de 100 grandes pedras arredondadas (chegam a pesar 45 toneladas cada), que se destacam sobre a superfície ligeiramente convexa e a vegetação escassa da região do Cariri paraibano. Elas se formaram ao longo de milhões de anos, em função de fissuras naturais e grandes variações de temperatura.

Um dos blocos mais famosos é a Pedra do Capacete, por seu formato peculiar. Em algumas rochas são encontradas pinturas rupestres, atribuídas aos índios cariris, que viveram na região há cerca de 12 mil anos. A paisagem é tão diferente que chega a lembrar outro planeta ou até mesmo a Lua. Ali foi construída uma grandiosa estrutura, feita com canos de PVC, que simula uma espécie de oca feita de galhos. Serve como salão principal do fictício Lajedo dos Anjos, comunidade liderada pelo líder religioso Samir, personagem do ator Irandhir Santos.

Outra formação rochosa presente nas cenas é a Saca de lã. O nome, explicam os moradores da cidade, foi dado porque as pedras lembram pacotes de algodão empilhados. Ao redor, é possível fazer trilhas ecológicas, além de programas esportivos, como trekking, bike e rapel.

Fábrica

Já a cidade cenográfica da supersérie, Sertões, foi montada na área de uma fazenda, no município de Soledade. Parte das construções reais do local foram alteradas para dar lugar a um hotel, bar e fórum de justiça fictícios que aparecem diariamente na telinha. Outro lugar que deve se tornar ponto turístico é a fábrica de bentonita (espécie de argila típica da região, utilizada para cosméticos, pasta de dente e fabricação de cimento, entre outras utilidades), que fica em Boa vista, cidade também nos arredores. Na história, o dono é Pedro Gouveia, personagem do ator Alexandre Nero. A fábrica funcionou normalmente mesmo durante as gravações, e os funcionários serviram de figurantes.

 

Clima de aventura 

 

O clima tropical semiárido contribui para a escolha da região(foto: Wikimedia Commons/Divulgação)
O clima tropical semiárido contribui para a escolha da região (foto: Wikimedia Commons/Divulgação)


Quem está acompanhando a supersérie certamente está impactado não só com a trama de George Moura e Sérgio Goldenberg, além do elenco que tem sobressaído, mas com os cenários. Praticamente 90% da série se passa no Nordeste, principalmente na região do Cariri paraibano, que fica a 200 quilômetros de João Pessoa. O elenco ficou praticamente imerso durante seis meses na região e conquistou moradores, como o guia turístico Ribamar Farias.

“Tenho quase 20 anos de profissão e nunca imaginei que ia ficar amigo de Patrícia Pillar, Fábio Assunção, Alexandre Nero e tanta gente famosa. Eles são gente como a gente”, destaca o guia, que já participou como figurante de algumas das produções gravadas na região, como os filmes O auto da compadecida, Cinema, aspirinas e urubus e Canta Maria.

A formação rochosa Saca de lã é uma das mais visitadas: semelhança com pacotes de algodão(foto: Marinelson Almeida/Flickr)
A formação rochosa Saca de lã é uma das mais visitadas: semelhança com pacotes de algodão (foto: Marinelson Almeida/Flickr)


Os turistas que apreciam experiências mais radicais, além de conhecer as paisagens que se formam a partir do clima tropical semi-árido, podem percorrer trilhas ecológicas, praticar trekking, explorar a região de bike ou se aventurar no rapel. O eleco da supersérie ficou hospedado em um hotel da região.

O Lajedo de Pai Mateus fica localizado em um parque, onde também está situado o Hotel-fazenda Pai Mateus, que, de outubro a maio, foi reservado para a equipe e elenco da série global. Em 1979, um médico adquiriu a propriedade, onde, posteriormente, construiu o hotel-fazenda. Durante anos, dedicou-se às atividades agropecuárias tradicionais e, só em 1997, depois da visita do geólogo Eduardo Bagnoli, decidiu, de forma pioneira, iniciar, com recursos próprios, atividades de entretenimento na região, com a construção do hotel para dar apoio aos visitantes do Lajedo e adjacentes. (ACB)

Serviço

Hotel-fazenda Pai Mateus

  • Cabaceiras (PB)
  • Informações: (83) 3356-1250 e www.paimateus.com.br
 
* A repórter viajou a convite da TV Globo 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade