Publicidade

Correio Braziliense MUNDIAL

Língua complicada, o básico necessário para viajar

Antes de viajar, é preciso se informar sobre o clima e um pouco da cultura das cidades que pretende visitar. Uma boa dica é aprender palavras simples, impossíveis de traduzir, para demonstrar cortesia


postado em 22/06/2018 10:00 / atualizado em 20/06/2018 16:03

(foto: Mladen Antonov/AFP)
(foto: Mladen Antonov/AFP)


Você vai passar alguns dias no país onde serão sediados os jogos da Copa, mas ainda não conhece bem o destino? Saiba como não cair em armadilhas na Rússia e prevenir acasos indesejados. Além de separar sua camisa do Brasil para levar na mala, devemos nos preparar em relação a tudo, como moeda, língua, clima, passaporte e outros.

 

Antes de partir para a Rússia, vale a pena fazer pesquisa sobre o país, um pouco da cultura e identidade locais. De acordo com Aldemar Nunes, diretor de operações da BeeCâmbio, a Rússia tem comportamento muito diferente do Brasil, e explorar um pouco sobre o local pode ajudar muito. “Existem alguns hábitos bem diferentes, como tirar o sapato ao entrar em uma casa para não “trazer” a sujeira das ruas ou guardar o lixo na bolsa pela ausência de latas de lixo na rua, para deixar as ruas sempre limpas”, disse.

 

 

(foto: Olga Maltseva/AFP)
(foto: Olga Maltseva/AFP)

 

 

A língua predominante no país é o russo, idioma difícil de pronunciar e entender. Por isso, Aldemar sugere que se dê atenção maior e estude algumas palavras essenciais. Até o encerramento da Copa, o país receberá visitantes do mundo inteiro. Embora o inglês seja usado, o brasileiro sempre encontrará pessoas que falam um idioma diferente. “A língua russa usa um alfabeto diferente, o cirílico, em que não é possível traduzir as palavras em aplicativos ou entendê-las rapidamente. Como disse, recomendo que estudem palavras e frases que serão úteis durante sua visita à Rússia para facilitar a estada no país. O visto não é obrigatório para os brasileiros, mas é preciso emitir o Fan ID. Você poderá entrar no país 10 dias antes da primeira partida e ficar até 10 dias depois da final. São muitos fatores que podem influenciar sua viagem e, por isso, o ideal é se informar antes de ir. Siga algumas dicas de Aldemar Nunes. (PG)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade